Reforma agrária e reforma urbana: pautas da APEDEMA/RS

No 28 Encontro Estadual de Entidades Ecológicas, realizado em Viamão, 2010, as ONGs filiadas à APEDEMA/RS criaram uma Plataforma Socioambiental para orientar o debate dos candidatos Às eleições naquela ocasião.

Dois pontos da Plataforma dos Ambientalistas gaúchos são importantes de serem resgatados hoje, dia no qual o o Brasil relembra 16 anos do massacre dos Trabalhadores Rurais Sem Terra, em Eldorado dos Carajás: Reforma Agrária efetiva e Reforma Urbana e programa de habitações populares por meio de cooperativas de trabalhadores.

·Reforma Agrária efetiva, com assistência técnica e programas socioambientais. Reocupação do campo por meio de agrovilas rururbanas, com programas de transição, para aqueles que o desejarem retornarem ao campo;

·Reforma Urbana e programa de habitações populares por meio de cooperativas de trabalhadores, e nunca aqueles que beneficiam grandes construtoras, via processos de mutirão (como no caso do país vizinho, o Uruguai) com compra de material de pequenas empresas locais, especialmente por cooperativas de fornecedores, utilizando tecnologias sociais e de bioconstrução e permacultura;

Essas são pautas permanentes no ambientalismo gaúcho. “O meio Ambiente é no meio da Gente.”

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s