GESP contesta parte do projeto que derruba muro em Passo Fundo

Créditos: Glenda Mendes/ON

O projeto do anel viário central, em Passo Fundo, obra que está sendo executada com recursos do BID, está gerando polêmica entre algumas entidades na parte que prevê a derrubada parcial do muro de um  quartel para dar continuação à rua Eduardo de Brito. Em 2012, o Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas (GESP), associado da APEDeMA/RS,  encaminhou denúncia ao Ministério Público Estadual, fazendo referência à questão do tombamento do local como patrimônio histórico. Em junho deste ano, o grupo protocolou ofício solicitando manifestação oficial do Conselho Municipal de Cultura.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

w

Conectando a %s