Arquivos Mensais: abril 2012

Rio dos Sinos em debate

Em reportagem sobre Meio Ambiente, “Comissão do Rio dos Sinos define seu plano de ação”, Camila da Rosa Severo, relata que a ” Comissão Especial para Tratar da Bacia do Rio dos Sinos definirá seu plano de ação nesta quinta-feira (19/4/2012), quando ocorrerá a primeira reunião do grupo de trabalho”. Será apresentado um cronograma que inclui audiências públicas descentralizadas, visitas técnicas e um seminário até agosto, quando se encerra o prazo legal das atividades. O encontro será às 13 horas na sala Sarmento Leite, no 3º andar da Assembleia Legislativa.
Para saber mais sobre o Rio dos Sinos vale a pena ler o artigo do ambientalista Arno Kayser, representante do Movimento Roessler para Defesa Ambiental, preparado em função de evento de capacitação de novos membros do Comitesinos em novembro 2005.
Foto: Herrmann Rudolf Wendroth: O rio dos Sinos em 1852

Os Primórdios do Comitesinos

Não é à toa que o Rio dos Sinos é o palco do primeiro Comitê de Bacia do Brasil. Todo um processo histórico existe para justificar este fato.

A vinculação da nossa comunidade com o rio é muito antiga. Inicialmente tínhamos, aqui, uma região de terras públicas dedicadas as grandes produções do Império Português. Era a Real Feitoria do Linho Cânhamo. Um empreendimento baseado em mão de obra negra escrava. Tanto que temos o bairro Feitoria em São  Leopoldo e o bairro Quilombo em Lomba Grande.

Como este projeto não deu muito certo o Imperador D. Pedro I (que pretendia estender o jovem Império Brasileiro até o Uruguai retomando a Colônia de Sacramento) trouxe colonos alemães para manter uma base agrícola e artesanal para as necessidades de seus propósitos expansionistas.

O Rio dos Sinos foi a via de chegada e o meio de comunicação com a Capital até a chegada do trem. Mais tarde a região começou a desenvolver uma indústria coureiro-calçadista baseado no artesanato dos primeiros imigrantes. No início do século XX surgem as primeiras fábricas, movidas à eletricidade, de Pedro Adams Filho. O que intensificou os impactos ambientais na nossa região.

Clique aqui e leia o artigo completo no blog de Arno Kayser “Pra pensar a ecologia em dias tão confusos”.

Projeto Pioneiras da Ecologia é aprovado na Comissão de Saúde e Meio Ambiente

A Comissão de Saúde e Meio Ambiente aprovou em reunião ordinária, nesta quarta-feira (18), por 8 votos, todos os parlamentares presentes, o projeto que dispõe sobre o Prêmio de Reconhecimento pela Atuação para a Sustentabilidade Socioambiental, no âmbito do Rio Grande do Sul, de autoria da deputada Marisa Formolo (PT). O projeto chamado por Marisa de Pioneiras da Ecologia já teve parecer favorável à tramitação na Comissão de Constituição e Justiça e agora será votado em plenário.

A premiação tem como finalidade o reconhecimento público às personalidades e instituições que se destacarem com realização de ações que contribuam para o desenvolvimento ambientalmente sustentável, e será concedida anualmente, entregue em ato solene, em data próxima ao dia cinco de junho, o dia internacional do meio ambiente.

Aos premiados será concedido o Troféu Pioneiras da Ecologia – Hilda Zimmermann, Giselda Castro e Magda Renner. “O nome do prêmio é uma forma de homenagear as mulheres que sempre tiveram uma preocupação ecológica. Também queremos fazer uma homenagem à estas três magníficas guerreiras da ecologia, que em tempos muito difíceis assumiram a defesa do ambiente”, destaca Marisa Formolo.

Leia no site da Assembléia Legislativa do RS, a reportagem completa de Andréa Martins.

Os Verdes de Tapes lançam comunicação para a REDE dos VERDES

DICA DO:


AVISO DE CHAMADA PÚBLICA PARA PARTICIPAÇÃO EM OFICINA DE CAPACITAÇÃO PARA ELABORAÇÃO DE PROJETOS SOCIAIS PARA ORGANIZAÇÕES SEM FINS LUCRATIVOS.

Esta capacitação ocorrerá em parceria com o Instituto Voluntários em Ação (IVA), com Recursos do Ministério das Minas e Energia.

OBJETIVO: Possibilitar a capacitação de organizações sem fins lucrativos que desejam participar de editais de projetos para patrocínio de organizações públicas e/ou privadas, para que sejam capazes de elaborar projetos que traduzam as suas necessidades e interesses, bem como os das comunidades para as quais são dirigidos estes projetos.

PARTICIPAÇÃO: Organizações sem fins lucrativos, serão oportunizadas 2 vagas por cada organização. A capacitação será oferecida de forma gratuíta e será realizada inteiramente via on line.

INSCRIÇÃO: A inscrição poderá ser realizada a partir de 16/04/2012 pelo portal do Instituto Voluntários em Ação: http://www.voluntariosonlinecursos.org.br e/ou pelo e-mail: elaboracaodeprojetos@hotmail.com

A seleção será feita pelo Instituto Voluntários em Ação – IVA. Informação é da Gerente de Assessoria de Responsabilidade Social – ARS, Denise Cristina Basílio. Quem assina essa dica é Julio Wandam, Coordenador Os Verdes/RS.

Paulo Freire: Patrono da Educação Brasileira

A APEDEMA/RS engrossa as fileiras daqueles que comemoram a publicação da lei que declarou o educador Paulo Freire Patrono da educação brasileira. O projeto de lei foi aprovado no início de março pela Comissão de Educação, Cultura e Esporte do Senado, em decisão terminativa, por unanimidade.

Clique aqui e confira o Diário Oficial da União.

Conheça um pouco da sua história através do depoimento coletado pelo Museu da Pessoa em 1992 para o projeto Memória Oral do Idoso.

Paulo Reglus Neves Freire nasceu em Recife-PE em 19/9/1921, dois casamentos, cinco filhos, educador. Formado em Direito, começou sua vida profissional como professor de Língua Portuguesa. Conhecido mundialmente pelo seu método de alfabetização para adultos, Paulo Freire foi perseguido pelo governo durante a ditadura militar e viveu vários anos no exílio. Voltou ao Brasil em 1980. Faleceu em 1997, mas não para nós.