GESP contesta parte do projeto que derruba muro em Passo Fundo

Créditos: Glenda Mendes/ON

O projeto do anel viário central, em Passo Fundo, obra que está sendo executada com recursos do BID, está gerando polêmica entre algumas entidades na parte que prevê a derrubada parcial do muro de um  quartel para dar continuação à rua Eduardo de Brito. Em 2012, o Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas (GESP), associado da APEDeMA/RS,  encaminhou denúncia ao Ministério Público Estadual, fazendo referência à questão do tombamento do local como patrimônio histórico. Em junho deste ano, o grupo protocolou ofício solicitando manifestação oficial do Conselho Municipal de Cultura.
Previous post GESP participa de reunião do Conselho Consultivo da Floresta Nacional de Passo Fundo
Next post Reunião discutiu assuntos da APEDeMA/RS
Send this to a friend