Presente: Sarau do Lutz para comemorar o Dia Mundial do Meio Ambiente

Sete pessoas conhecedoras da obra de José Lutzenberger lerão trechos de seus textos neste domingo, Dia Mundial do Meio Ambiente, 5 de junho. Será o primeiro Sarau do Lutz promovido pelo Canal Lutz Global, no YouTube.

Elenita Malta, Lilly Lutzenberger, Lilian Dreyer, Denis Fiuza, Lara Lutzenberger, Sara Fritz e Francisco Milanez lerão seus trechos preferidos do ambientalista Lutzenberger, falecido há 20 anos, em 2002.

Para a organizadora, historiadora e professora Elenita Malta Pereira, a ideia é “reunir pessoas ligadas ao Lutz para lerem um trecho de uma obra, livro ou artigo, e depois comentarem”.

Afirma a professora Elenita que são pessoas que tiveram ligação com o Lutz em vida, que, além de ler, tecem comentários desses trechos, relacionando-os com a atualidade: mesmo escritas nas décadas de 1970, 1980 e 1990, as obras do Lutz guardam uma atualidade preocupante, pois a crise ambiental não só perdura, como se intensificou, com a reestruturação e ampliação global do sistema capitalista, cada vez mais calcado na garimpagem dos elementos naturais e no aumento do consumismo.

Entendem também os organizadores que “as obras do Lutz devem ser analisadas como documentos vivos da história do ambientalismo nessas décadas, como produtos do principal intelectual do ambientalismo no Brasil, que teve uma trajetória em constante diálogo com os movimentos ambientalistas internacionais.“”

Visite o nosso site: https://lutzglobal.com.br Instagram: https://instagram.com/lutz_global Facebook: https://www.facebook.com/lutzglobal

O 1º Sarau terá 36 minutos de duração e e estará disponível a partir das 20 horas deste domingo, 5 de junho de 2022, neste link.

Mais informações

Next Post

Chamada extraordinária de jornalistas para a busca dos desaparecidos no Vale do Javari

ter jun 7 , 2022
O Amazon Rainforest Journalism Fund (Amazon RJF) abre um edital emergencial para a cobertura das violações à floresta amazônica no Vale do Javari, no estado do Amazonas, e para acompanhar as buscas pelo jornalista britânico Dom Phillips e pelo indigenista brasileiro Bruno Pereira, caso eles não sejam localizados neste período. […]
Send this to a friend