Cordão humano bloqueia acesso a canteiros de obras de Belo Monte

O trabalho nos cinco canteiros de obra da Usina Hidrelétrica de Belo Monte, no Rio Xingu (PA), foi interrompido no começo desta manhã por um cordão composto por trabalhadores e manifestantes de movimentos sociais insatisfeitos com a construção da usina e as condições de trabalho. Eles fecharam a saída de Altamira para a Rodovia Transamazônica que leva aos canteiros nos sítios Belo Monte, Pimental, Canais e Diques e às unidades de infraestrutura e de porto e acesso. O cordão impediu a partida dos ônibus desde as 4h até as 9h.

Leia esse artigo completo no SUL21.

A discussão sobre Belo Monte tem pautado muitas ações e cybermobilizações de ONGs filiadas à APEDEMA/RS. Veja algumas postagens em:

AGAPAN: Belo Monte: Proteja a Amazônia seus povos e suas espécies — assine a petição

CEA: Enquanto isso em Belo Monte..

INGÁ: INDÍGENAS e Belo Monte

NAT: Amigos da Terra em seminário sobre Belo Monte

OS VERDES de Tapes: Belo Monte, anúncio de uma guerra.

 

A foto abaixo é de uma Manifestação congregando diversos Movimentos Sociais de Porto Alegre, dentre eles, ONGs filiadas à APEDEMA/RS. Em primeiro plano militantes do INGÁ e do  NAT.

Anúncios

Deixe um Comentário