INGÁ questiona legalidade e viabilidade das Usinas de Garabi e Panambi

InGá Estudos Ambientais

O Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais – INGÁ -, associado da APEDeMA-RS, encaminhou nesta quinta-feira (13/2) a diversas autoridades,  diversas questões sobre a legalidade e a viabilidade das hidroelétricas de Garabi e Panambi, no Rio Grande do Sul.    O Ofício foi encaminhado à Ministra do Meio Ambiente, Izabella Teixeira, ao Presidente do IBAMA, Volney Zanardi Jr., ao Superintendente do IBAMA no RS, João Pessoa Riograndense Moreira e também à Promotora da República, de Caxias do Sul. É assinado pelo Coordenador da entidade, Professor Paulo Brack.

Veja a íntegra:  Oficio ao MMA – Ibama e MPF – AHE Garabi e Panambi – 14 de fevereiro 2014

 

Previous post Agapan entrega manifesto pelas Árvores na Câmara Municipal de Porto Alegre
Next post Entidades solicitam ao MP que acompanhem a ampliação do Hospital de Clínicas

One thought on “INGÁ questiona legalidade e viabilidade das Usinas de Garabi e Panambi

Comments are closed.

Send this to a friend