Skip to content

Mostra Ecofalante anuncia filmes selecionados para mostra online em agosto

Festival gratuito acontece em agosto e setembro com exibições e debates em plataformas digitais
A Mostra Ecofalante de Cinema, que chega à sua 9ª edição de forma inteiramente online a partir de 12 de agosto, anuncia os filmes selecionados para seus dois programas competitivos: a Competição Latino-Americana e o Concurso Curta Ecofalante.

Totalmente gratuito, o mais importante evento audiovisual sul-americano dedicado às temáticas socioambientais promove programação que contará com a exibição de mais de 90 títulos de diversos países, além de debates que discutirão temas como ativismo, consumo, economia, emergência climática, povos e lugares, tecnologia e trabalho.

A Mostra Ecofalante de Cinema já havia organizado em junho último uma programação virtual de aquecimento celebrando a Semana do Meio Ambiente, com sessões de filmes e debates.

Captura de tela 2020-07-13 20.33.38

Competição Latino-Americana

Presente na Mostra Ecofalante desde 2014, a Competição Latino-Americana premia os melhores filmes de temática socioambiental da América-Latina. Dos mais de 500 inscritos, foram selecionados 25 filmes, entre longas e curtas-metragens.

Com títulos produzidos na Argentina, Bolívia, Brasil, Chile, Colômbia e Peru, a Competição reúne nesta edição obras assinadas por diretores consagrados, como os brasileiros Jorge Bodanzky, Lírio Ferreira, Marcelo Gomes, Daniela Thomas, Wolney Oliveira, Estêvão Ciavatta e Petrus Cariry.

Os filmes selecionados foram:

  • Longas

    • A Jangada de Welles (Brasil, 2019, 75’) – Dir. Firo Holanda e Petrus Cariry
    • Acqua Movie (Brasil, 2019, 105’) – Dir. Lírio Ferreira
    • Amazônia Sociedade Anônima (Brasil, 2019, 72’) – Dir. Estêvão Ciavatta
    • Deus (Chile, 2019, 63’) – Dir. Christopher Murray, Josefina Buschmann e Israel Pimentel
    • Estou me guardando para quando o carnaval chegar (Brasil, 2019, 85’) – Dir. Marcelo Gomes
    • Indianara (Brasil, 2019, 92’) – Dir. Aude Chevalier-Beaumel, Marcelo Barbosa
    • Soldados da Borracha (Brasil, 2019, 82’) – Dir. Wolney Oliveira
    • Suspensão (Colômbia, 2019, 73’) – Dir. Simón Uribe
  • Médias e Curtas

    • C.I.T.A. (Cooperativa Industrial Têxtil Argentina) (Argentina, 2019, 19’) Dir. Lucas Molina, Tadeo Suarez e Marcos Pretti
    • Caranguejo Rei (Brasil, 2019, 23’) – Dir. Enock Carvalho, Matheus Farias
    • Guaxuma (Brasil, 2018, 14’) – Dir. Nara Normande
    • Liberdade (Brasil, 2018, 25’) – Dir. Pedro Nishi, Vinícius Silva
    • Mamapara (Peru/Argentina/Bolívia, 2020, 17’) – Dir. Alberto Flores Vilca
    • Mitos Indígenas em Travessia (Brasil, 2019, 22’) – Dir. Julia Vellutini, Wesley Rodrigues
    • Nova Iorque, mais uma cidade (Brasil/EUA, 2019, 18’) – Dir. André Lopes, Joana Brandão
    • Nove Águas (Brasil, 2019, 25’) – Dir. Gabriel Martins, Quilombo dos Marques
    • O Delegado (Colômbia, 2019, 26’) – Dir. Samuel Moreno Alvarez
    • O Fim da Eternidade (Argentina/Peru, 2019, 10’) – Dir. Pablo Radice
    • O Fogo que Vimos (Argentina, 2019, 12’) – Dir. Pilar Condomí, Candelaria Gutierrez
    • O Levante dos Andes – A Cidade-tampão que se Reinventa Através da Arquitetura
      (Alemanha/Bolívia, 2019, 14’) – Dir. Bernardo Villagra Meruvia
    • Por Trás da Cortina Verde (Brasil, 2019, 29’) – Dir. Caio Silva Ferraz, Paulo Plá
    • Resplendor (Brasil, 2019, 52’) – Dir. Claudia Nunes, Erico Rassi
    • Ruivaldo, o Homem que Salvou a Terra (Brasil, 2019, 43′) – Dir. Jorge Bodanzky
    • Suquía (Argentina, 2019, 13’) – Dir. Ezequiel Salinas
    • Tuã Ingugu (Brasil, 2019, 11’) – Dir. Daniela Thomas

Concurso Curta Ecofalante

O Concurso Curta Ecofalante – competição voltada para curtas-metragens produzidos por estudantes – traz uma novidade nesta edição. Para participar, os filmes inscritos precisavam abordar temáticas relacionadas a pelo menos um dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODS) propostos pela ONU na Agenda 2030 – são 17 objetivos que abrangem temas como erradicação da pobreza, saúde de qualidade, combate às mudanças climáticas e igualdade de gênero.

O Concurso Curta, que nesta edição tem apoio do WWF-Brasil, atingiu seu recorde de inscrições em 2020 – foram 134 filmes submetidos por estudantes de 77 instituições de ensino em 16 estados, representando todas as regiões do Brasil.

Dentre eles, 24 foram selecionados para participar da Mostra e concorrer ao prêmio de Melhor Curta Ecofalante:

    • Ângelo (Brasil, 2020, 28’) – Dir. Mariana Machado
    • Beat é protesto – O funk pela ótica feminina (Brasil, 2019, 23’21”) – Dir. Mayara Efe
    • Cancha – Domingo é dia de jogo (Brasil, 2020, 17’34”) – Dir. Welyton Crestani
    • Cantos de Origem (Brasil, 2019, 20’) – Dir. Marcella Ferrari, Brenda Zacharias, Paulina Meza, Chico Sales e Gislene Nogueira
    • Cerrado de Volta: A Restauração na Chapada dos Veadeiros (Brasil, 2019, 13’58”) – Dir. Cleisyane Quintino
    • Cidade De Quem Corre (Brasil, 2019, 11’29”) – Dir. Fernando Martins
    • Como Se Fossem Máquinas (Brasil, 2018, 28’11”) – Dir. João de Mari
    • Contratempos (Brasil, 2019, 7’48”) – Dir. Matheus Santos
    • Cor de Pele (Brasil, 2019, 3’40”) – Dir. Larissa Barbosa
    • Correntes (Brasil, 2020, 14’51”) – Dir. Charles dos Santos
    • De Canto Em Canto (Brasil, 2019, 13’15”) – Dir. Júlia Maria
    • Desculpe Interromper o Silêncio de Sua Viagem (Brasil, 2018, 12’16”) – Dir. Maiara Astarte
    • Elemento Suspeito (Brasil, 2019, 9’18”) – Dir. Gustavo Paixão
    • Entre Mães (Brasil, 2019, 24’36”) – Dir. Nicoly Cruvinel
    • Estado de Neblina (Brasil, 2019, 18’43”) – Dir. Bruno Ramos
    • Hoje Eu Não Fico no Vestiário (Brasil, 2019, 12’) – Dir. Nicole Lopes
    • Hoje sou Felicidade (Brasil, 2019, 20’) – Dir. João Luís e Tiago Aguiar
    • Nem Puta Nem Santa (Brasil, 2019, 7’) – Dir. Alana Ferreira
    • O Garoto do Fim do Mundo (Brasil, 2019, 20’) – Dir. Antônio Victor e Lailson Brito
    • O verbo se fez carne (Brasil, 2019, 6’28”) – Dir. Ziel Karapotó
    • Perpétuo (Brasil, 2018, 24’) – Dir. Lorran Dias
    • Território: nosso corpo, nosso espírito (Brasil, 2019, 27’) – Dir. Clea Torres e João Paulo Fernandes
    • Vidas que Correm (Brasil, 2019, 9’30”) – Dir. Coletivo de Alunos
    • Vivi Lobo e o Quarto Mágico (Brasil, 2019, 12’59”) – Dir. Isabelle Santos e Edu MZ Camargo

Uma apresentação do Ministério do Turismo, Secretaria Especial da Cultura, do Governo do Estado de São Paulo – por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa – e da Ecofalante, a Mostra Ecofalante de Cinema é viabilizada através da Lei de Incentivo à Cultura e do Programa de Apoio à Cultura (ProAC). Tem patrocínio do Mercado Livre e da SPCine, e apoio da White Martins, da Kimberly-Clark e Pepsico. É uma produção da Doc & Outras Coisas, co-produção da Química Cultural. A realização é da Ecofalante, do Governo do Estado de São Paulo, por meio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, do Ministério do Turismo e do Governo Federal.

Mais informações sobre a 9ª Mostra Ecofalante de Cinema poderão ser acessadas através do site e das redes sociais:

(c) 2020 AgirAzul / João Batista Santafé Aguiar

Send this to a friend