Passo Fundo: pedreira não tem licença para operar

Captura de Tela 2016-02-13 às 18.19.18O Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas – GESP, de Passo Fundo, RS, junto com moradores da localidade de São Braz, se reuniu com o promotor público Cristiano Ledur em 28/1/20161. No encontro, foi solicitado o acompanhamento do Ministério Público no processo de instalação de uma pedreira próxima às propriedades rurais.  Entre as solicitações está a de haver recomendação para Secretaria de Meio Ambiente realizar mais estudos antes de permitir a instalação da pedreira.
A preocupação da comunidade é em relação ao impacto ambiental e de vizinhança que o empreendimento pode causar. Entre as solicitações está a recomendação de que a Secretaria de Meio Ambiente realize mais estudos antes de permitir a instalação da pedreira. O titular da pasta, Rubens Astolf relatou que a empresa tem a licença prévia e de instalação, mas que ainda não foi liberada a operação de extração de basalto.
De acordo com ele, nas avaliações técnicas não foi identificado nenhum impedimento do ponto de vista ambiental, já que é uma área livre de preservação permanente. Ele afirmou que, diante da manifestação dos moradores e do GESP, a Secretariaterá precaução maior antes de liberar a licença que autoriza a operação do empreendimento.

 

Print Friendly, PDF & Email

Next Post

Licenciamento deve fortalecer Gestão Ambiental

dom fev 14 , 2016
O Professor Paulo Brack, Coordenador-Geral do INGÁ e integrante da coordenação da APEDeMA/RS, reafirma a solicitação para que o Ministério do Meio Ambiente prorrogue o prazo da consulta pública para a substituição de Resoluções do CONAMA que tratam do licenciamento ambiental. Abaixo o texto, na íntegra:     O Licenciamento Ambiental […]