Climatologista e glaciologista Francisco Aquino fala sobre ciclone bomba e eventos extremos

Nesta terça-feira (21/7), às 15h, o professor Francisco Eliseu Aquino apresentará dados recentes de análises de atribuição que evidenciam o quanto os eventos extremos ocorridos na região Sul têm relação com as mudanças climáticas.

Aquino é coordenador do Laboratório de Climatologia do Departamento de Geografia, Diretor do Centro Polar e Climático e Coordenador da Divisão de Climatologia Polar e Subtropical da Universidade Federal do Rio Grande do Sul.

A apresentação, seguida de perguntas de jornalistas e convidados, será mediada pela jornalista Sílvia Marcuzzo e promovida pelo ClimaInfo. O climatologista também vai abordar a situação das pesquisas na Antártida, que foram canceladas devido à pandemia do coronavírus.

A transmissão será feita pelo canal do ClimaInfo no Youtube .

Centro Polar e Climático – CPC / UFRGS:

O CPC congrega pesquisadores nacionais e internacionais dedicados à investigação do papel do ambiente glacial no sistema climático, em especial a Antártica, o clima e paleoclimatologia da América do Sul meridional e as mudanças climáticas.

O Centro é responsável pela execução do programa glaciológico nacional na Antártica e nos Andes e tem liderança científica na pesquisa glaciológica, climática e geográfica no Programa Antártico Brasileiro (PROANTAR). A unidade conta com 55 membros, entre professores, pesquisadores, técnicos, alunos de graduação e pós-graduação.

As áreas de atuação do CPC são: Glacioquímica e Paleoclimatologia, Climatologia Polar e Subtropical, Criopedologia e Geoecologia, Sensoriamento Remoto, Geomorfologia e Sedimentologia Glacial, além do Ensino da geografia sobre as regiões polares no Brasil.

Veja também:

 

NOVIDADE NO AgirAzul – Sugira eventos e divulgue a Agenda AgirAzul. Veja os próximos eventos e todos os já incluídos em http://www.AgirAzul.com/agenda

SIGA O TWITTER DO AgirAzul – @AgirAzul

 

Next Post

Município de Florianópolis deve apresentar plano de medidas emergenciais para impedir desmoronamento de dunas e desabamento de hostel no Campeche

qui jul 23 , 2020
O Tribunal Regional Federal da 4ª Região (TRF4) manteve decisão liminar da Justiça Federal e determinou que o Município de Florianópolis apresente judicialmente o plano de identificação, discriminação, detalhamento e justificativa de medidas emergenciais que impeçam o desabamento de um hostel situado na Praia do Morro das Pedras, no Bairro […]
Send this to a friend