Arquivos Mensais: dezembro 2014

Veja o registro das manifestações contra a extinção da SEMA no RS

Veja o registro das presenças da Agapan, do Ingá e outras entidades do Movimento Ecológico Gaúcho – MEG nesta segunda-feira, 22/12/2014, na Assembleia Legislativa do Estado do RS, durante a votação do Projeto de Lei n 282/2014, que alterou a Lei nº. 13601/2011, que dispõe sobre a estrutura administrativa do Poder Executivo do Estado do Rio Grande do Sul.

O Projeto de Lei, entre outras coisas, alterava o nome da Secretaria do Meio Ambiente (Sema) para Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável. Também o Coletivo das Mulheres Unidas esteve presente contra o fim da SECRETARIA DE POLÍTICAS PARA AS MULHERES DO RS.  A proposta foi aprovada, por maioria, na Assembleia Legislativa, como mostra o vídeo.

Depoimentos de Paulo Brack, Sandra Jussara Mendes Ribeiro, Mariana Klafke, Coletivo de Mulheres.

Créditos:

Imagens: Movimento Ecológico Gaúcho.
Edição: Ana Carolina Martins da Silva (AGAPAN/RS).
Trilhas: ao vivo e Canção de Ivan Therra: Maçambique é do povo

A luta foi árdua e continua!

Fonte: Blog da Professora Ana Carolina: https://anacarolinapontolivre.wordpress.com/

Associados da AGAPAN debatem prioridades para 2015

Fotos: Edi Fonseca

Durante reunião geral realizada neste sábado (20/12) no orquidário do Parque Farroupilha (Redenção), em Porto Alegre, membros da diretoria, dos conselhos e associados da Agapan tiveram a oportunidade de participar de uma confraternização de final de ano e debater o futuro da entidade.

Entre os assuntos tratados, estiveram na pauta as ações realizadas em 2014, as dificuldades que a entidade está enfrentando em relação à sua sede, que foi destruída em 2013, e os desafios para 2015.
Diante das já inquestionáveis mudanças climáticas e das crescentes e constantes ameaças aos ecossistemas naturais, o grupo reafirmou o compromisso de ampliar a luta em defesa da natureza.
A futura composição do parlamento federal, resultado das últimas eleições no Brasil; os rumos inadequados apontados para o Ministério do Meio Ambiente, com a indicação da ruralista Katia Abreu para comandar a pasta; a tentativa do governo eleito do RS de enfraquecer a Secretaria Estadual do Meio Ambiente; além das recentes flexibilizações das leis ambientais, que permitem o aumento do desmatamento e do uso de agrotóxicos, são fatores que, entre outros, indicam a necessidade de atenção redobrada do movimento ambiental e da sociedade em geral. A união de esforços para combater o perigoso rumo, que aponta para a ampliação da degradação ambiental e de problemas climáticas, é imprescindível para os próximos anos.
+ #ativismo
Entre os objetivos da Agapan para 2015, está a realização de um curso para formação de ativistas na área ambiental. Todos os interessados poderão participar. Mais informações serão disponibilizadas, em breve, no blog e nas redes sociais da entidade.

Página da Agapan no Facebook