Instituto Augusto Carneiro cria abaixo-assinado em favor da Lei da Pesca do Rio Grande do Sul que impede o arrasto junto à praia

Captura de Tela 2019-08-07 às 11.25.20O Instituto Augusto Carneiro, com sede em Porto Alegre,  criou abaixo-assinado para pressionar o Governador do Rio Grande do Sul, Eduardo Leite e deputados estaduais a manterem a Lei Estadual nº 15.223/2018 que instituiu uma política sustentável de desenvolvimento da pesca no Estado, atingindo também a orla marítima.

 

Afirma o Instituto que “a Lei tem alcance histórico ao estabelecer medidas que considera fundamentais para o ordenamento da pesca no Estado e sua manutenção a longo prazo, bem como impede a continuidade da criminosa e predatória pesca de arrasto industrial na faixa de 12 milhas da costa”.  A continuidade da prática daninha, diz a ONG, destrói o fundo marinho e empobrece o ecossistema, prejudicando a sustentabilidade da pesca e a reprodução das espécies de interesse comercial, bem como mata sistematicamente espécies vulneráveis e ameaçadas de extinção, razão pela qual já é proibida em muitas partes do mundo.

 

Previous post Busca no Cadastro Nacional de Unidades de Conservação está inacessível
Next post Tudo pronto para mais um Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental
Send this to a friend