Arquivos da Categoria: Palestra / Painel

Os 30 anos da ECO 92

O Núcleo dos Ecojornalistas do RS e a EcoAgência de Notícias vão promover nesta terça-feira, 31/5/2022, uma Terça Ecológica tratando do legado de aniversário de 30 anos da Conferência do Rio de 1992, promovida pela ONU. Os convidados serão Francisco Milanez, biólogo, arquiteto e urbanista, e Sebastião Pinheiro, engenheiro agrônomo e florestal. A mediação estará a cargo das jornalistas Vera Mari Damian e Débora Gallas, do NEJ.

A live acontece a partir das 19h, ao vivo, no canal do YouTube da EcoAgência – www.youtube.com/ecoagência.

Na ocasião, ocorrerá também o lançamento da série de entrevistas com os jornalistas Carlos Tautz, Regina Scharf e Roberto Villar Belmonte, que realizaram a cobertura do evento no Rio de Janeiro em 1992. Os vídeos estarão disponíveis no canal da EcoAgência no Youtube. A coordenação é de Vera Damian.

AgirAzul Memória: o debate pós Eco92

O AgirAzul.com realizou em 23 de junho de 1992, alguns dias após a Conferência do Rio, debate com José Lutzenberger, que havia sido demitido Secretaria do Meio Ambiente da Presidência da República algumas semanas antes do evento, depois de promovê-lo e organizá-lo junto com as agências da ONU, Magda Renner, presidente dos Amigos da Terra Brasil, Arno Leandro Kayser, do Movimento Roessler, com intervenções de Augusto Carneiro, Hilda Zimmermann, Jairo Menegás e João Maurício Farias.

O jornalista João Batista Santafé Aguiar, editor do AgirAzul, conduziu o painel cujo conteúdo foi transcrito e publicado impresso em três edições do AgirAzul. O painel ocorreu na sede da Cooperativa Coolmeia, em Porto Alegre. A atividade foi gravada em vídeo que será oportunamente divulgado.

A transcrição do painel foi publicada em tres edições do AgirAzul. Leia tudo a partir da primeira parte: https://www.agirazul.com.br/Eds/ed2/painelparte1.htm

Sustentabilidade no rádio e na TV

por João Batista Santafé Aguiar, jornalista e moderador da RBJA – Rede Brasileira de Jornalismo Ambiental

O painel Sustentabilidade no Rádio e na TV contribuirá para um melhor entendimento sobre o porquê de os assuntos que envolvem a sustentabilidade ambiental não se encontrarem entre os temas de maios divulgação nas rádios e tevês brasileiras. Mesmo em. momento de tragédias humanas em desabamentos de morros, tsunamis, ou derramamento de petróleo, inundações, secas prolongadas, dificilmente são discutidos em veículos de rádios e tevês as causas maiores da situação. Planejamento e respeito às forças da natureza andam longe do noticiário. Também conservação de habitat naturais, florestas, de biomas como o Pantanal, Mata Atlântica e o Pampa, não são tema das notícias e reportagens diárias em nossos veículos.

A ausência destes assuntos no noticiário, de forma correta, acaba fortalecendo as ações políticas e empresariais contrárias à sustentabilidade ambiental. A própria omissão no discurso da qualificação de qual lógica, se econômica, se administrativa, se empregatícia, esconde a falta de entendimento sobre a origem recente do uso intensivo do termo. Ou é má-fé dentro de uma estratégia de marketing mesmo? A área econômica sempre se refere à sustentabilidade, mas certamente não está cuidando da sustentabilidade ambiental. A área política também fala em sustentabilidade, mas está se referindo aos próprios empregos ou algum projeto econômico.

Nota publicada no caderno distribuído no IV CBJA – Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental realizado em 2011, na cidade do Rio de Janeiro.

Impactos Sócio-Ambientais da Mina Guaíba

Nesta segunda-feira, 27/7, as entidades que participam do Comitê de Combate à Megamineração no Rio Grande do Sul vão continuar os eventos do Seminário Territórios em Risco – o Avanço da Megamineração no RS.  Será a vez de serem analizados os impactos sócio-ambientais da obra da Mina Guaíba, projeto da empresa COPELMI, que está em estudo pelos organismos de licenciamento ambiental.

  • Lisiane Becker: Bióloga com especialização/mestrado em Biociências/Zoologia (PUCRS), especialização em Direito Ambiental (UNINTER) e especialização em Políticas Públicas Ambientais (UNIRITTER). Ex-docente na Medicina/PUCRS. Responsável Técnica em órgão ambiental municipal. Integra a coordenação do Instituto MIRA-SERRA e da APEDeMA-RS;
  • Márcia Isabel Käffer: Doutora em Ciências, ênfase em Ecologia (UFRGS), possui mestrado em Biologia (UNISINOS) e graduação em Licenciatura Plena em Ciências Biológicas (PUCRS);
  • Paulo Brack: Biólogo, Mestre em Botânica e Doutor em Ecologia (UFSCar). É Professor do Departamento de Botânica do Instituto de Biociências (UFRGS) e faz parte da coordenação do Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais – InGá;
  • Rualdo Menegat: Professor do Departamento de Paleontologia e Estratigrafia do Instituto de Geociências da UFRGS, geólogo, Mestre em Geociências (UFRGS), Doutor em Ciências na área de Ecologia de Paisagem (UFRGS), Doutor Honoris Causa (UPAB, Peru). Fique ligad@: Rualdo irá apresentar um novo estudo sobre os riscos da Mina Guaíba!

A mediação vai ser do Eduardo Raguse, engenheiro ambiental, da coordenação da AMA Guaíba e do Comitê de Combate à Megamineração no RS.

Serviço:

OS IMPACTOS SÓCIOS-AMBIENTAIS DA MINA GUAÍBA
quando? 27/07 (2ª) às 19h
onde? Facebook do Comitê de Combate à Megamineração no RS
facebook.com/ComiteCombateMegamineracao

Sustentabilidade nas atividades do dia na mini-reunião anual da SBPC

Nesta terça-feira, 14 de julho, às 12h, pesquisadores debatem a ciência, a educação e o desenvolvimento sustentável para o século XXI. Às 18h, o físico Paulo Artaxo, considerado um dos pesquisadores brasileiros mais influentes no mundo, fala sobre as  mudanças climáticas e o planeta. As atividades serão transmitidas pelo canal da SBPC no YouTube. Participe!

As atividades desta terça-feira, 14 de julho, da Mini Reunião Anual Virtual da SBPC trarão discussões sobre a ciência e a sustentabilidade. Toda a programação será transmitida no canal do YouTube da SBPC.

O painel que começa às 12h tem como o tema “Ciência, educação e desenvolvimento sustentável para o século XXI” e contará com a participação de Mercedes Maria da Cunha Bustamante, professora da Universidade de Brasília (UnB), Alysson Paolinelli, ex-ministro da Agricultura e consultor, Rachel Biderman Furriela, diretora do World Resources Institute no Brasil (WRI Brasil), e Ima Célia Guimarães Vieira, do Museu Paraense Emilio Goeldi.

Já a conferência das 18h será feita pelo físico Paulo Artaxo, considerado um dos pesquisadores brasileiros mais influentes no mundo, que falará sobre “As mudanças climáticas e o planeta”.

A “Mini Reunião Anual Virtual da SBPC”, que vai até o dia 24 de julho, contará com uma série de atividades virtuais, como conferências e painéis, além dos WEBMinicursos. O evento é uma versão online e reduzida de sua 72ª Reunião Anual, que aconteceria de 12 a 18 de julho, na UFRN, em Natal. Realizado ininterruptamente desde 1949, o maior evento científico da América Latina precisou ser adiado por conta da pandemia de coronavírus, ainda com nova data a definir. A SBPC vai realizar o evento virtual para marcar esse período tão emblemático para a ciência brasileira em que tradicionalmente aconteceria o encontro.

A experiência do combate à megamineração é o debate de hoje

A abertura do seminário Território em Risco: o Avanço da Megamineração no Rio Grande do Sul acontece hoje a noite (8/6/2020) pela Internet.
A edição desta segunda vai debater sobre “A experiência de luta do Comitê de Combate à Megamineração no RS“, que reúne mais de 100 entidades em defesa da vida e contra o avanço da mineração.
Os organizadores afirmam que “hoje, são mais de 5 mil requerimentos de estudo do solo no estado, o que faz da mineração uma das principais ameaças aos territórios“.
Na abertura, vão participar da conversa quatro integrantes do CCM/RS:
  • Michele Ramos (MAM)
  • Salete Carollo (MST/Instituto Preservar)
  • Eduardo Raguse (AMA Guaíba)
  • Marcos Todt (APCEF)
E toda a segunda-feira o “Comitê de Combate à Megamineração no RS (CCM/RS)” vai trazer um novo debate dentro do seminário *Territórios em Risco*, abordando os impactos da mineração na saúde, na economia e no meio-ambiente.
Serviço:
Ao vivo HOJE ÀS 20h!

Carlos Rittl fala sobre pandemia e a Crise Climática em live da Eco Nordeste nesta quarta-feira

Fortaleza – CE. Na semana em que celebramos o Dia Mundial do Meio Ambiente, a Agência de Conteúdo Eco Nordeste dá sequência à sua série de lives que visa tratar as diversas vertentes do tema Sustentabilidade em meio à pandemia do novo coronavírus. Nesta quarta-feira (3), entre 16h e 17h, na segunda live, a jornalista, idealizadora e editora geral da Eco Nordeste, Maristela Crispim, apresenta Carlos Rittl, que tem mais de 25 anos de trajetória na área ambiental, e desde 2005 atua na agenda de mudanças climáticas. Ler mais

Especial Ecofalante de filmes na Semana do Meio Ambiente inicia nesta quarta, 3/6/2020, pela Internet

A Mostra Ecofalante de Cinema chega à sua 9ª edição em 2020. Tradicionalmente, o evento principal da Mostra ocorre em junho, com entrada gratuita, ocupando diversas salas de cinema e centros culturais na cidade de São Paulo. Entretanto, devido à pandemia do coronavírus (Covid-19), muitos eventos estão precisando se reestruturar e buscar novas formas de trazer informação e entretenimento à população.

Teremos também uma programação especial em comemoração à Semana do Meio Ambiente, entre os dias 4 e 9 de junho, que contará com uma seleção de filmes nacionais e internacionais que abordam questões contemporâneas urgentes. Os temas serão discutidos em debates transmitidos ao vivo com a participação de especialistas, cineastas e outros convidados especiais. Ler mais

Conexões Amazônicas é nesta quarta, dia 13

Captura de Tela 2019-11-11 às 16.48.31.png

O evento Conexões Amazônicas – UFRGS vai apresentar trabalhos desenvolvidos por pesquisadores vinculados à UFRGS sobre a Amazônia em diferentes campos da ciência.  Participarão pesquisadores de áreas como sociologia, recursos hídricos, ecologia, zoologia, genética, jornalismo, direito, química e glaciologia. Ler mais

Entrada franca para evento sobre o futuro da legislação ambiental

Captura de Tela 2019-10-08 às 18.04.16.pngA entrada é franca ao evento sobre O FUTURO DO FUTURO – As perspectivas da legislação ambiental federal e estadual que ocorrerá na próxima segunda-feira, dia 14/10, em Porto Alegre.

O evento ocorrerá no Auditório do Cubo (OAB) – rua Manoelito de Ornelas, 55, em Porto Alegre a partir das 9h. (ver mapa)

Ler mais

Pesquisadores sobre a Amazônia na UFRGS: entrem em contato!

 

amazonia.jpeg

Ayan Santos Fleischmann, doutorando em Recursos Hídricos e Saneamento Ambiental, e Bianca Darski, doutoranda em ecologia, ambos da UFRGS, estão chamando pesquisadores da própria Universidade que tenham realizado ou estejam desenvolvendo trabalhos científicos e/ou de extensão sobre a Amazônia para evento ainda este ano.

A idéia é realizar em novembro o evento “Conexões Amazônicas – UFRGS” de um dia para divulgar os trabalhos sobre a Amazônia em diferentes áreas — meio físico, biótico e social.

O foco são as pesquisas recentes que poderão auxiliar no desenvolvimento sustentável da região amazônica.  Ayan considera também que será uma oportunidade de colaboração entre os pesquisadores já que “é impressionante a pequena interação que há entre os investigadores dentro da própria Universidade e que trabalham em assuntos correlatos”.

Os pesquisadores que preencham os requisitos podem entrar em contato até o dia 30/9 por meio de mensagem para o endereço conexoesamazonicas@gmail.com.

Departamentos da UFRGS que queiram apoiar a iniciativa também podem entrar em contato com os organizadores.

Redação: AgirAzul – www.agirazul.com

 

 

 

 

UFRGS disponibiliza gravação em vídeo de painel sobre o Clima

Captura de Tela 2019-09-16 às 21.34.38.pngProfessores de Geociências, Sociologia e Economia da UFRGS debateram “mudanças climáticas” em um painel realizado no dia 11/9/2019, no Centro Cultural da Universidade. O evento foi realização do Jornal do Universidade e do Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados – ILEA.

A gravação em vídeo do evento está disponível para os interessados.

Ler mais

Tudo pronto para mais um Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental

CBJA 2019 - LOGO-SITE.pngMais uma vez com a participação decisiva do Instituto Envolverde, o Congresso Brasileiro de Jornalismo Ambiental – CBJA será realizado em São Paulo, capital. O Congresso acontecerá nesta sexta e sábado (9 e 10/8/2019) na sede da Unibes Cultural, no bairro de Sumaré. Espera-se casa cheia com a lotação completa dos mais de 350 lugares do auditório principal. Ler mais

“Os totens e os agrotóxicos” – palestra de Sebastião Pinheiro com casa lotada

O auditório lotado assistiu a um Sebastião Pinheiro entusiasmado pela vida em uma noite memorável falando sobre agrotóxicos e seus malefícios presentes e futuros para a humanidade. E elogiando as grandes iniciativas locais, como por exemplo, a criação da Cooperativa Ecológica Coolmeia, que viabilizou o grande crescimento dos alimentos com qualidade, orgânicos, no Rio Grande do Sul e o Brasil.

Agapan Debate da última segunda-feira (25), realizado no auditório da Faculdade de Arquitetura da Ufrgs, abordou o tema Agrotóxicos e seus Impactos na Sociedade. O que se viu foi um chamamento à participação de todos em uma sociedade que ama a humanidade e todos os seres vivos. Lembrou em vários momentos a importância da própria Agapan, criada em 1971, para a luta contra os agrotóxicos, agradecendo ela estar forte até os dias de hoje.