Autor Redação

porRedação

CEA fala sobre o desastre de Mariana

Captura de Tela 2016-02-17 às 07.48.58

Antonio Soler dá aula de Direito Ambiental

O CEA – Centro de Estudos Ambientais, de Pelotas/Rio Grande, participou do programa Contraponto de TV FURG, coordenado pela jornalista Karla Lobato, em 07.12.2015, sobre o desastre ambiental da Samarco. Nesta terça, 16/2/2016, link para cópia digital da transmissão foi disponibilizada.  Pela entidade, compareceu o Advogado Antonio Soler.

Mais de cem dias após o desastre ambiental provocado pela Samarco, empresa controlada pela Vale e BHP Billiton, ainda não foi adotada nenhuma medida eficaz e efetiva, seja por tal mineradora, seja pelo Poder Público para, não falamos nem mitigar os impactos significativos do rompimento da barragem, mas sim frear o seu avanço.

O CEA destacou a responsabilidade legal de tal mineradora e o fato de que o rompimento da barragem que matou pessoas e parte da biodiversidade local, gerando gigantescos impactos sociais e danos ambientais irreversíveis, comentando sobre o papel do licenciamento ambiental nesse cenário.

Assista aqui.

porRedação

Licenciamento deve fortalecer Gestão Ambiental

Captura de Tela 2016-02-15 às 00.05.12O Professor Paulo Brack, Coordenador-Geral do INGÁ e integrante da coordenação da APEDeMA/RS, reafirma a solicitação para que o Ministério do Meio Ambiente prorrogue o prazo da consulta pública para a substituição de Resoluções do CONAMA que tratam do licenciamento ambiental. Abaixo o texto, na íntegra:

 

 

O Licenciamento Ambiental deve ser passado a limpo e fortalecer os instrumentos de Gestão Ambiental. Ler mais

porRedação

Passo Fundo: pedreira não tem licença para operar

Captura de Tela 2016-02-13 às 18.19.18O Grupo Ecológico Sentinela dos Pampas – GESP, de Passo Fundo, RS, junto com moradores da localidade de São Braz, se reuniu com o promotor público Cristiano Ledur em 28/1/20161. No encontro, foi solicitado o acompanhamento do Ministério Público no processo de instalação de uma pedreira próxima às propriedades rurais.  Entre as solicitações está a de haver recomendação para Secretaria de Meio Ambiente realizar mais estudos antes de permitir a instalação da pedreira.
porRedação

ABEPAN percorre Rio das Antas

Captura de Tela 2016-02-13 às 18.04.24Equipe da ABEPAN – Associação Bentogonçalvense de Proteção ao Ambiente Natural  – percorreu 53 km (ida e volta) de barco, com equipe da CERAN, no Rio da Antas, para conscientizar pescadores sobre as Áreas de Preservação Permanente. Ler mais

porRedação

Agapan pede audiência pública sobre evento climático ocorrido no final de janeiro

Captura de Tela 2016-02-13 às 17.47.46

Em conjunto com outras entidades ambientalistas e movimentos sociais de Porto Alegre que constituem o coletivo “Cidade que queremos”, a Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) participou da entrega ao vice-prefeito de Porto Alegre, Sebastião Melo (PMDB), e ao presidente da Câmara de Vereadores, Cassio Trogildo (PTB), nesta quinta-feira (11), de um ofício com pedido de audiência pública para esclarecer a população sobre os acontecimentos do dia 29 de janeiro, quando um inédito evento climático atingia capital gaúcha, derrubando milhares de árvores e fazendo estragos que deixaram os moradores preocupados e em estado de alerta. Segundo o documento, “mais de três mil árvores foram atingidas pelo temporal”. Ler mais

porRedação

Prazo de Consulta Pública sobre Licenciamento Ambiental vai até dia 14

ConsultaLisiane Becker, Coordenadora-Presidente do Miraserra, associada da APEDeMA/RS, avisa que encontra-se aberta a consulta pública sobre a proposta de resolução do CONAMA que altera os critérios e normas gerais do licenciamento ambiental. É muito importante a sua participação, afirma a Lisiane.
O documento básico está em “Conheça a Proposta de Resolução”
– Prazo para a consulta: 4 a 14 de fevereiro de 2016.
Clique no link, baixe o documento, se inscreva e faça suas propostas de alteração:
porRedação

AGAPAN participou do desfile de carnaval em Porto Alegre

 

Zoravia e Adriane

Artista Plástica Zoravia Bettiol e a Jornalista Adriane Bertoglio Rodrigues

Zoravia Bettiol, artista plástica e integrante da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), foi destaque como a deusa grega Demeter, no carro alegórico Agricultura Familiar – Pequena Propriedade Rural da Escola de Samba Unidos da Vila Isabel, de Viamão,  no desfile de rua de Porto Alegre na madrugada de sábado para domingo (6 para 7/2/2015). Ler mais

porRedação

TV Assembleia transmite debate sobre agroecologia x agronegócio

Hoje às 23 horas na TV Assembleia Legislativa do Rio Grande do Sul o Presidente da AGAPAN Leonardo Melgarejo discute com nutricionistas a importância da agroecologia e da participação individual, coletiva e institucional para o enfrentamento do agronegócio e a produção de alimentos limpos. Destaques para a extensão rural agroecológica e o novo livro de Sebastião Pinheiro.

 

Link para a TV Assembleia: http://www2.al.rs.gov.br/tvassembleia/

porRedação

Lançado manifesto em Defesa das Áreas Prioritárias para a Biodiversidade

Exatas 37 entidades da área ambiental e socioambiental e por 23 pesquisadores de instituições científicas de várias instituições brasileiras remeteram neste sábado, 23/1/2015, para a Presidente da República Dilma Rousseff e para a Ministra do Meio Ambiente Isabela Teixeira o Manifesto em Defesa das Áreas Prioritárias para a Biodiversidade (APBio).  A data marca os nove anos da edição da Portaria n. 9/2007/MMA que definia o Mapa das Áreas Prioritárias para a Biodiversidade.  Ler mais

porRedação

AGAPAN no Fórum Social Mundial em Porto Alegre

A AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, associada da APeDEMA/RS, estará participando, com outras instituições, de diversas atividades programadas para o Forum Social Mundial que inicia hoje, 19/1, em Porto Alegre.

Nesta quarta, dia 20, haverá o debate sobre Biotecnologias e Biorriscos no Auditório do SEMAPI (Rua Gen. Lima e Silva, 280, na Cidade Baixa, em Porto Alegre). Participam Antonio ANdrioli, da UFFS-GEA, e Najar Tubino, da Carta Maior, sob a coordenação do presidente da AGAPAN, Eng. Agr. Leonardo Melgarejo. Ler mais

porRedação

Jornal do Comércio destaca entrevista com Paulo Brack sobre o COMAM/Porto Alegre

Captura de Tela 2016-01-19 às 09.28.06O representante do Ingá, associado da APedema/RS, no Conselho Municipal do Meio Ambiente de Porto Alegre, Professor Paulo Brack, foi entrevistado pelo Jornal do Comércio no último dia 15. Para Brack, o COMAM foi esvaziado nos últimos anos.

Veja a entrevista na íntegra

porRedação

Rincão Gaia: programação especial no Carnaval

 

Captura de Tela 2016-01-10 às 18.59.35A Fundação Gaia oferece uma programação especial de carnaval, de 06 a 09 de fevereiro, integrando os participantes com a natureza através de pinturas inspiradas em tribos africanas e atividades no Lago das Estrelas. O evento acontece no Rincão Gaia, idealizado pelo ambientalista José Lutzenberger e localizado a 120 km de Porto Alegre junto ao município de Pantano Grande- RS. Ler mais

porRedação

Agapan critica cortes de árvores em Porto Alegre

Em sua página no Facebook, a AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural critica o atual estado de deterioração de algumas árvores do Centro Histórico de Porto Alegre, afirmando que, para a Prefeitura, “a remoção é a opção mais econômica, financeiramente, para a prefeitura”. No entanto, a Agapan ratifica sua posição de defesa do ambiente natural e cobra do órgão público ambiental de Porto Alegre maior cuidado, perícia e técnica quanto à utilização de podas corretas, em épocas adequadas, para preservar as árvores da cidade. O descaso por parte do poder público municipal é um dos fatores que tem contribuído para o alto número de remoções na capital gaúcha: foram mais de 30 mil remoções de árvores nos últimos dez anos. Todas as árvores removidas devem ser substituídas por outras no mesmo local. “Precisamos de mais árvores hoje, em todos os bairros. A substituição de árvores adultas por mudas pouco ou nada contribui para isso” diz o presidente da entidade, Leonardo Melgarejo.

A manifestação veio a público após nota da Zero Hora relatando o fato:

Na Avenida Padre Tomé, três plátanos sofreram intervenção por causa da estrutura comprometida
ZH.CLICRBS.COM.BR
porRedação

Lançada a campanha “Bioma Pampa, Patrimônio Natural”

Em debate sobre o bioma Pampa, especialistas apontam os equívocos de decreto estadual
  

  •   Legislação gaúcha publicada em junho de 2015 e referente à aplicação da Lei de Proteção da Vegetação Nativa no contexto de preenchimento Cadastro Ambiental Rural é repleta de problemas técnicos e traz insegurança jurídica, segundo a avaliação da promotora de justiça Annelise Steigleder e do biólogo Eduardo Vélez. No encontro desse Dia Nacional do Bioma Pampa, as entidades organizadoras do debate também lançaram a campanha “Bioma Pampa, Patrimônio Natural”

Ler mais

porRedação

Debate: O futuro do Bioma Pampa

unnamedNo próximo dia 17 de dezembro, às 19h, no Auditório da Faculdade de
Economia da UFRGS (Av. João Pessoa, 52), diversas atividades vão marcar o Dia do Bioma Pampa. Ler mais

porRedação

Agapan Debate definiu ações contra a PEC 215 em apoio aos indígenas

Participantes do último Agapan Debate de 2015, realizado na segunda-feira (9/11) em Porto Alegre, decidiram elaborar uma moção contra a PEC 215, que repassa ao Congresso Nacional as atribuições do Executivo, especialmente na demarcação de terras indígenas e quilombolas, e defenderam uma ação por crime de responsabilidade contra o ministro da Justiça, José Eduardo Cardozo, em defesa dos Guarani Kaiowá, que estão sendo dizimados no Mato Grosso do Sul, por interesse de terras e minerais e, pior, a demarcação está em processo de reconhecimento há no mínimo 30 anos. Para tanto, será criado um grupo de trabalho, composto por advogados e demais militantes da Agapan, na construção desses documentos, que também inclui uma ação junto ao Ministério Público Federal.

O Agapan Debate, promovido pela Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, tratou sobre “Holocausto Indígena e Ecocídio”, reunindo os caciques Mbyá-Guarani Vherá Poty e José Cirilo Pires, além do professor José Otávio Catafesto de Souza, doutor em Antropologia Social pela UFRGS, sob a mediação da Jornalista Ana Maria Barros Pinto, jornalista, com especialização em Direitos Humanos pela Ufrgs e pesquisadora indigenista.  Ler mais

porRedação

Faleceu Flávio Lewgoy, ex-presidente da Agapan

Captura de Tela 2015-11-07 às 17.13.49Faleceu nesta manhã de sábado (7/11/2015), em Porto Alegre, o professor aposentado da UFRGS Flávio Lewgoy, presidente da AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural  que substituiu José Lutzenberger na função, em 1983, de quem era o vice-presidente. Lewgoy estava com 89 anos de idade e lutava contra um câncer no Hospital Moinhos de Vento. Foi um dos grandes líderes saídos da Universidade que colaboraram na luta contra a instalação do III Pólo Petroquímico e na criação da Lei dos Agrotóxicos. Na sua gestão como presidente, em 1984, a entidade promoveu, com a Associação Ecológica Irmão Sol, Irmã Lua, o primeiro encontro de entidades ecologistas no Rio Grande do Sul, em Santa Maria.

Deixou a esposa Bela, os filhos Ana Beatriz, Suzete, Henrique e Bernardo, e netos.

O enterro acontecerá às 11h deste domingo no Cemitério da União Israelita Portoalegrense – av. Oscar Pereira, 1125. Ler mais

porRedação

Antonio Soler, do CEA, participa de debate sobre inundações e o clima na TV FURG

Captura de Tela 2015-11-05 às 22.08.28As enchentes e as mudanças climáticas foram o assunto do program Contraponto, da TV FURG, na terça-feira, 2/11/2915. Um dos entrevistados foi Antonio Soler, do CEA / Centro de Estudos Ambientais, associado da APEDeMA/RS.

Assista o programa, na íntegra.

porRedação

AGAPAN apóia movimento Cidade que Queremos que será lançado nesta sexta, em Porto Alegre

Captura de Tela 2015-11-05 às 21.55.05

Nesta sexta-feira, dia 6/11, às 10h, na  Sala Maurício Cardoso, 4o. Andar da Assembleia Legislativa, haverá o lançamento do movimento A CIDADE QUE QUEREMOS.

O movimento terá a finalidade de contrapor-se ao quadro de desrespeito aos bens de uso comum do povo, ao meio ambiente e suas implicações na vida do porto-alegrense. Ler mais

porRedação

Programado Seminário sobre a Situação da Fauna Silvestre no RS

Captura de Tela 2015-11-05 às 21.45.28O Instituto Curicaca, a UFRGS e o Ministério Público Estadual do RS realizam de 30/11 a 1/11 o SEMINÁRIO: SITUAÇÃO DA FAUNA SILVESTRE NO RIO GRANDE DO SUL.

O evento de dois dias acontecerá no Auditório Mondercil Paulo de Moraes – Av. Aureliano de Figueiredo Pinto, 80 – Praia de Belas – Porto Alegre – RS. Ler mais

porRedação

Melgarejo destaca inverdades no discurso de Katia Abreu, Ministra da Agricultura

Melgarejo

Entrevista com o Presidente da AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, associada da APEDeMA/RS,  foi publicada no site do O Fórum Brasileiro de Soberania e Segurança Alimentar e Nutricional (FBSSAN) . Veja a íntegra abaixo:

A entrevista concedida à revista Época Negócios pela ministra da Agricultura, Pecuária e Abastecimento (MAPA), Kátia Abreu, chamou atenção pelo fato de nomear os agrotóxicos de agroquímicos. Ela sugeriu que que “há uma campanha muito organizada” contra a utilização do uso de venenos nas lavouras. De acordo com a ministra, “só venceremos preconceito contra agroquímicos se nos unirmos à ciência”.

Para Leonardo Melgarejo, engenheiro agrônomo e ex-integrante da CTNBio (Comissão de Tecnologia Nacional de Biotecnologia), a ministra usou uma expressão equivocada e mal planejada no seu discurso com respeito aos agrotóxicos. “Quando Kátia fala que nós temos preconceito com relação a esses venenos, ela está esquecendo o fato de que preconceito é um conceito formado com antecedência ao conhecimento dos fatos. Temos 50 anos de evidência dos danos que os agrotóxicos causam à saúde”, afirma. Ler mais

porRedação

9/11 – AGAPAN promove debate sobre ‘Holocausto Indígena e Ecocídio – Índios brasileiros pedem socorro’“

Captura de Tela 2015-11-02 às 22.42.50Com a presença de Vherá Poty, cacique da aldeia Mbya-Guarani Pindó Mirim, de Itapuã (Viamão), José Cirilo Pires, cacique da aldeia Mbya-Guarani da Lomba do Pinheiro; e o Dr. José Otávio Catafesto de Souza, Doutor em Antropologia Social pela UFRGS, Professor adjunto do Departamento de Antropologia deste 1995. A jornalista Ana Maria Barros Pinto, especialista em Direitos Humanos e pesquisadora indigenista, estará a frente dos trabalhos.

O evento será em 9 de novembro, 19h, na FABICO (auditório da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação da Ufrgs – Rua Ramiro Barcelos, 2705, Porto Alegre – RS) UFRGS.

Fonte

porRedação

28/10 – Amigos da Terra promove debate sobre a financerizacao da Natureza

É nesta quarta-feira a QUARTA TEMÁTICA promovida pelos Amigos da Terra Brasil, associada da APEDeMA/RS,  em sua sede, em Porto Alegre. A Geóloga Lúcia Ortiz, Coordenadora do Programa de Justiça Econômica e Resistência ao Neoliberalismo da Federação Amigos da Terra Internacional, estará presente na capital gaúcha.

O evento acontece na sede da entidade, CASANAT, na rua Olavo Bilac 192, às 18h, em 28/10. A organização pede confirmação da presença pelo email secretaria@natbrasil.org.br.

Captura de Tela 2015-10-25 às 20.10.52

porRedação

AGAPAN: Ação entre amigos arrecada recursos

Captura de Tela 2015-10-23 às 09.16.39Realizado no último sábado (17) no Vê – Empório e Restaurante Vegano, em Porto Alegre, o primeiro “Almoço do Bem – Agapan” contou com a participação de associados e simpatizantes da causa ambiental que atenderam ao chamado da entidade ambientalista.    Desde o dia 6 de junho de 2011, quando a sede da Agapan foi destruída, os associados ficaram sem a opção de um local próprio para realizarem as suas reuniões, que estão sendo desenvolvidas em uma sala alugada na avenida Osvaldo Aranha, na capital gaúcha, e guardar o arquivo de documentos da entidade. Com dificuldades para suportar sozinha os custos dessa locação – até então subsidiada por um colaborador que está sem condições de continuar ajudando – a Agapan recorre aos seus associados e simpatizantes da causa ambiental.

A Diretoria da entidade ressaltou que todas as atividades regulares da Agapan são oferecidas ao público em geral de forma gratuita, sem custo aos participantes. Os custos para a manutenção da sede e realização dos eventos são suportados pelos associados que contribuem com a Agapan.

Veja a matéria na íntegra

porRedação

Agapan homenageia jornal Correio do Povo

O presidente da Agapan, Leonardo Melgarejo, acompanhado do conselheiro e ex-presidente Francisco Milanez e do secretário-geral da entidade, Heverton Lacerda, entregou ao diretor de Redação do jornal Correio do Povo, Telmo Flor, uma carta em homenagem ao aniversário de 120 anos do veículo.   A carta vai assinada pela Diretoria e pelo Conselho Superior da entidade, o que raramente acontece e empresta ainda maior importância ao ato.

Captura de Tela 2015-10-14 às 06.34.37

Heverton Lacerda, Francisco Milanez, Leonardo Melgarejo e Temo Flor no salão nobre do Correio do Povo – Foto: Mauro Schaefer (CP)

Confira, abaixo, a integra do documento, que contou com a elaboração do também conselheiro e ex-presidente da entidade Celso Marques. Ler mais

porRedação

ABEPAN lança o Portal do Resíduo Doméstico em homenagem a Luiz Augusto Signor, recentemente falecido

Luiz Augusto Signor (Fonte: Facebook da ABEPAN)

Luiz Augusto Signor (Fonte: Facebook da ABEPAN)

Em comemoração aos 26 anos anos da Associação Bento-Gonçalvense de Proteção ao Ambiente Natural Luiz Augusto Signor, assim denominada em homenagem ao seu fundador, Luiz Augusto Signor, recentemente falecido, a entidade lançou o Portal do Resíduo Doméstico. Saiba mais em residuodomestico.com.br. Ler mais

porRedação

Suspenso Decreto de Sartori que simplesmente retirava da lista de espécies ameaçadas 33 animais da fauna marinha

Instituto CuricacaA ONG Curicaca divulgou em 19/9 a decisão judicial que concedeu liminar, na última sexta-feira (18), suspendendo a eficácia do decreto nº 52.310/2015, do governo José Ivo Sartori, que havia retirado 33 espécies da fauna marinha, entre elas o tubarão azul, da lista de animais ameaçados de extinção.

A decisão decorreu da ação civil pública impetrada, junto à Justiça Federal, pelo Ministério Público Estadual do Rio Grande do Sul e pelo Ministério Público Federal. Assinou a decisao de 37 páginas a Juíza Federal Clarides Rahmeier, da 9ª Vara Federal de Porto Alegre.    A tramitação da Ação continuará até exame do mérito e eventuais recursos à instâncias superiores non âmbito da Justiça Federal.

Para a magistrada, o Decreto não teria validade desde a sua publicação no Diário Oficial do Estado. Mas o pedido do Ministério Público Estadual e do Ministério Público Federal limitou-se a solicitar a suspensão liminar do Decreto.  Foi o que a Justiça fez.

O Instituto Curicaca, logo após a publicação no Diário Oficial do Estado, em abril, denunciou o fato ao Ministério Público Estadual

MAIS:

Leiam a longa decisão em que a magistrada coligiu os argumentos de todas as partes envolvidas.

Veja e leiam a  matéria do jornalista Marco no Sul21.

Vejam a íntegra da nota no site do Curicaca, de 19/9/2015, com link para a matéria do RBS Notícias, da RBS TV.

Vejam a nota no site do Curicaca e a matéria da RBS TV com Alexandre Krob. Como para ser prática editorial, a RBS não informou sua filiação institucional à ONG Curicaca – nomina-o de ‘ambientalista’.

porRedação

Fundação Gaia: Aprendendo com a Ecologia que nos rodeia, com Samuel Chevallier

Captura de Tela 2015-09-18 às 09.48.39Segundo Gregory Bateson: “os principais problemas do mundo são resultado da diferença entre como a natureza funciona e a forma como as pessoas pensam”. Esse pensamento inspira o curso Aprendendo com a Ecologia que nos rodeia, que acontece em 03 e 04 de outubro e será ministrado por Samuel Chevallier, da África do Sul, mestrando no Schumacher College, Reino Unido.

A atividade, que será ministrada em inglês com tradução simultânea, é promovida pela Fundação Gaia – Legado Lutzenberger e acontece no Rincão Gaia, localizado junto a Pantano Grande, a 120 km de Porto Alegre.

Mais detalhes na origem

Veja vídeo em que Samuel fala sobre suas atividades. 

porRedação

Cais Mauá: chegou a hora da verdade – Audiência Pública hoje

Captura de Tela 2015-09-18 às 09.33.31O Estudo de Impacto Ambiental e o Relatório de Impacto Ambiental (EIA-Rima) do projeto do consórcio Cais Mauá serão apresentados em uma audiência pública dia 18 de setembro, às 19h, no Grêmio Náutico União da Quintino Bocaiúva.

Na audiência a população terá a chance de opinar e sugerir mudanças. Depois as propostas seguem para análise da Secretaria Municipal do Meio Ambiente (Smam). Ainda há a necessidade de realização do Estudo de Viabilidade Urbanística (EVU), Licença Prévia e, por fim, a Licença de Instalação. Ler mais

porRedação

Papa Francisco: Pastoral da Ecologia propõe parceria com Agapan

2014-01-06 00:39:45 +00001

Motivada pela mensagem da Carta Enclíclica Laudato Si’, a Conferencia Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB – Sul 3) convidou a Agapan para participar de reunião para a rearticulação das atividades da Pastoral da Ecologia no Rio Grande do Sul.
A primeira reunião do grupo foi realizada nesta quinta-feira (17/9/2015)) na sede da CNBB em Porto Alegre. Também participaram representantes de movimentos populares ligados à luta pela terra e pela agroecologia, advogados populares e do parlamento gaúcho. O irmão Antônio Cechin, fundador da Pastoral, também participou da reunião.
Outras entidades devem se juntar ao grupo, que tem a intenção de unir forças para fortalecer a luta ecológica em defesa da “Casa Comum”, termo utilizado pelo Papa Francisco ao se referir ao planeta Terra na encíclica.

Fonte: AGAPAN – www.agapan.org.br

porRedação

Agapan lidera unificação de movimentos em defesa da Orla

Fotografia: Edi Fonseca

A Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan) se comprometeu, na noite desta segunda-feira, 14 de setembro, a liderar um movimento pela unificação da pauta em defesa da Orla do Guaíba.

A garantia foi dada pelo presidente da entidade ecológica, Leonardo Melgarejo, ao final da edição de setembro do Agapan Debate, que reuniu na mesma mesa cidadãos e coletivos que se contrapõem aos projetos pretendidos para a área compreendida entre o Cais Mauá e o terreno do antigo Estaleiro Só. Ler mais

porRedação

Matéria na EcoAgência de Notícias destaca painel com Secretária do Meio Ambiente e Ambientalistas

Captura de Tela 2015-09-18 às 09.43.26A jornalista Eliege Fante, da EcoAgência de Notícias Ambientais, mantida pelo Núcleo de Ecojornalistas do RS, publicou extensa matéria relatando o painel recentemente realizado sobre  “A crise da política ambiental do RS” com a participação de ambientalistas como o Presidente da AGAPAN – Leonardo Melgarejo -, do INGA, Paulo Brack, e outros, e da Secretária Ana Pelini.

Diante de uma público perplexo – em sua maioria técnicos e graduandos nas ciências naturais – a Secretária do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável (Seades, ex-SEMA/RS desde o Governo Sartori), Ana Maria Pellini, que é contabilista, fez um discurso que contraria a sua prática segundo o debatedor Leonardo Melgarejo, que preside a Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, a Agapan. Ela, acompanhada pela secretária adjunta Maria Patrícia Mollmann, que é especialista em Direito Ambiental, participou do debate promovido pelo Instituto Latino-Americano de Estudos Avançados (ILEA-UFRGS), ontem (14/9/2015), sobre “A crise da política ambiental do RS”. Participaram também os professores da UFRGS Paulo Brack do Instituto de Biociências e Rualdo Menegat do Instituto de Geociências.

Veja a matéria na íntegra na origem 

porRedação

Agapan Debate a Orla do Guaíba – do Cais ao Pontal

OCaptura de Tela 2015-09-09 às 07.26.56 Agapan Debate do dia 14 de Setembro vai tratar sobre o assunto “Orla do Guaíba: do Cais ao Pontal”.

Para palestrar e debater o tema, de fundamental importância para os gaúchos, a Agapan convidou o advogado Caio Lustosa, o arquiteto Tiago Holzmann e a comunicadora e ativista social Katia Suman.

Data: 14 de setembro de 2015.

Local: Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação (Fabico) da Ufrgs.

Hora: 19h

Ler mais

porRedação

Fundação Gaia promove hoje: “Crise Hídrica e Abordagem Ecossistêmica”

Captura de Tela 2015-09-08 às 07.35.45Frequentemente a grande mídia e os governos encaram os problemas ambientais de forma fragmentada, com simplificações inadequadas, desconsiderando os dados mais relevantes quanto às suas causas. Como “Água” é a temática norteadora das palestras do Ecologia na Cultura em 2015, Paulo Brack, professor da UFRGS e presidente do INGÁ, ressaltará a importância da abordagem ecossistêmica para entender e vislumbrar soluções para a crise hídrica. A palestra acontece no dia 08 de setembro, terça-feira, às 20h na Livraria Cultura em Porto Alegre, com entrada franca.

A atividade mensal é promovida pela Fundação Gaia – Legado Lutzenberger em parceria com a Livraria Cultura. Os encontros realizam-se geralmente na segunda terça-feira de cada mês (consulte a agenda previamente), com entrada franca. Interessados podem obter certificado de participação nas palestras, tanto para cada evento como para todas nas quais participarem. Para isso basta escrever para reservas@fgaia.org.br e solicitar maiores informações. Ler mais

porRedação

Agapan realiza primeiro debate em Guaíba sobre os malefícios de fábrica de celulose

De frente para a plateia de mais de cem pessoas, Francisco Milanez fala sobre impactos da produção de celulose

De frente para a plateia de mais de cem pessoas, Francisco Milanez fala sobre impactos da produção de celulose

Após a realização da edição especial do Agapan Debate, no dia 31 de agosto em Guaíba (RS), no salão da Paróquia Nossa Senhora da Paz, ao lado da empresa Celulose Riograndense (CMPC), a comunidade do bairro Alegria, que sofre em primeiro plano os impactos da fábrica Celulose Riograndense, manifesta o desejo de que a Agapan retorne para ampliar o debate com moradores dos demais bairros da cidade.

O conselheiro e ex-presidente da Agapan, biólogo Francisco Milanez, um dos palestrantes do evento, falou sobre os riscos que o processo de branqueamento de fibras de celulose com a utilização de Cloro representa para os moradores e para o Guaíba. Milanez também alertou para os impactos causados pela grande quantidade de eucaliptos plantados no bioma Pampa. O tema também foi abordado pelo presidente da Agapan, engenheiro agrônomo Dr. Leonardo Melgarejo, que, durante a abertura do Agapan Debate, alertou para o grande consumo de água por parte dos eucaliptos. Melgarejo também falou sobre os perigos para a economia local e para os produtores gaúchos, que ficam reféns da indústria de celulose, que monopoliza o mercado comprador de eucaliptos no RS.

Texto e fotos: Heverton Lacerda/Imprensa Agapan
Veja a matéria na íntegra no site da AGAPAN

porRedação

AGAPAN Debate Especial: Os riscos da fábrica de celulose em Guaíba

Captura de Tela 2015-08-30 às 07.00.16Na próxima segunda-feira (31/8/2015) a AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, associada da APEDeMA/RS estará o AGAPAN Debate na cidade de Guaíba para discutir os riscos que a fábrica de celulose traz para os habitantes da cidade de Guaíba e a biodiversidade.

Em conjunto com moradores da comunidade do bairro Alegria, de Guaíba (RS), a Agapan está promovendo o primeiro Agapan Debate fora de Porto Alegre. O encontro aberto aos interessados será no Salão Paroquial da Paróquia Nossa Senhora da Pz – av. República, 516 – Bairro Alegria, em Guaíba/RS.

A entidade ambientalista e os moradores de Guaíba querem debater a importância social, os impactos socioambientais e os riscos que a fábrica de celulose instalada no município representa para a cidade e para o rio Guaíba, para a saúde dos moradores, para a biodiversidade e preservação do bioma Pampa, para o desenvolvimento social do Estado gaúcho.

Serão palestrantes o Francisco Milanez, integrante do Conselho Superior da AGAPAN, biólogo e arquiteto, e Cristiane Montemezzo Simões, moradora de Guaíba. A Abertura estará a cargo de Leonardo Melgarejo, presidente da AGAPAN.

Os organizadores estão sugerindo que transporte solidário pode ser uma boa opção aos participantes. Convide amigos e pessoas que se importam com os temas fundamentais para as nossas cidades e compareça. Caronas podem ser combinadas aqui pelo grupo de e-mails mesmo. Quem for de carro, pode oferecer carona. O Catamarã é uma opção para a ida (tem que pegar um taxi lá em Guaíba para chegar até a igreja). Para a volta, podemos ver caronas também.
 
Evento no Facebook (com mapa)
 
 
Dia: 31 de agosto de 2015
Hora: 19h
Endereço: Paróquia Nossa Senhora da Paz Av. República, nº 516, Bairro Alegria 92500-000 / Guaíba – RS – Brasil
 
porRedação

Ambientalistas reúnem-se com Procuradora da República

PR

Foto EcoAgência: Héverton Lacerda (Agapan), Julio Alt (Mogdema), Paulo Brack (Apedema) e Procuradora Geral da República Patrícia Weber

Os representantes da APEDEMA/RS – Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente do RS, do Movimento Gaúcho em Defesa  do  Meio  Ambiente – Mogdema, do Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais, InGá, da Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural, Agapan, e o Núcleo de Ecojornalistas do RS, reuniram-se nesta terça-feira (25/8/2015) na sede do MPF em Porto Alegre, com a procuradora do Núcleo Criminal Especializado, Procuradora da República Patrícia Maria Núñez Weber.

Ler mais

porRedação

Vídeo completo sobre os acontecimentos de 20/8: Audiência Pública sobre o projeto que extingue a FZB

Captura de Tela 2015-08-24 às 07.57.48Em trabalho praticamente artesanal, a Professora Ana Carolina Martins da Silva, participante da AGAPAN, ASPAN e GESP, colheu imagens históricas e depoimentos sobre os acontecimentos que envolveram a Audiência Púbica realizada na Assembleia Legislativa em 20 de agosto, a audiência com o Procurador do Estado – chefe da assessoria de assuntos jurídicos da Casa Civil José Klieman e pela Secretária do Meio Ambiente substituta Maria Patrícia Mollman. O vídeo traz depoimentos do presidente dos Amigos da Terra Brasil, Fernando Campos Costa, de Arisa Araújo da Luz, Claralua/Colégio Bom Jesus, Juliano Frakedin, Leonardo Melgarejo, presidente da AGAPAN, Lisiane Becker, da Mira-serra, do Professor Ludwig BUckup, do IGRE, Marco Aurélio Azeredo, e outros. As fotos aproveitadas no vídeo são da própria Ana Carolina e de César Cardia, além da assessoria do Deputado Adão Villaverde.

Veja o vídeo de 17min: https://youtu.be/WYlWDXHVE4E

porRedação

Emocionante, a Audiência sobre a FZB lota o Auditório Dante Barone, da Assembleia Legislativa

Captura de Tela 2015-08-20 às 20.29.47

Imagem congelada do vídeo realizado por Eliege Fante

A Comissão de Agricultura e Pecuária da Assembleia Legislativa, presidida pelo Deputado Adolfo Brito, realizou na manhã desta quinta-feira (20/8/2015), no Auditório Dante Barone, uma Audiência Pública sobre o projeto de Lei n. 300/2015 de iniciativa do Governador Sartori, que propõe a extinção da Fundação Bootânica, entre outras.  Inicialmente marcada para o Plenarinho, teve que ser transferida para o Auditório que, mesmo assim, não suportou a todos os interessados.

Captura de Tela 2015-08-20 às 20.16.27

Foto: César Cardia

Entre os inscritos para falar, o Professor Ludwig Buckup, da ONG IGRE, associada da APEDeMA/RS, falou cinco minutos na tribuna e disse que o Governador José Ivo Sartori foi seu aluno, mas que provavelmente faltou as aulas de Ecologia, pois, se tivesse assistido, não teria remetido o projeto à Assembleia. Veja o vídeo produzido pela Jornalista Eliege Fante, da EcoAgência de Notícias.

Diversas entidades associadas da APEDeMA/RS estiveram presentes, como a AGAPAN, a Miraserra, o INGÁ, e o IGRE.

Ainda pela manhã, uma comissão foi recebida por representantes da Casa Civil no Palácio Piratini.

porRedação

Audiência Pública sobre a extinção da FZB é nesta quinta-feira na Assembleia Legislativa

Captura de Tela 2015-08-19 às 08.06.31Nesta quinta-feira (20/8), a Comissão de Agricultura, Pecuária e Cooperativismo da Assembleia Legislativa do RS, presidida pelo deputado Adolfo Brito (PP), realiza reunião ordinária às 9h, no Plenarinho, seguida de audiência pública sobre a situação da Fundação Zoobotânica do Rio Grande do Sul, às 9h30. A proposição é dos deputados Altemir Tortelli (PT) e Manuela d’Ávila (PCdoB).

Para Alexandre Krob, da ONG Curicaca,  “não há agora como consertar o PL 300/2015 – qualquer emenda ou substitutivo é concordar com a extinção da FZB e aceitar a forma “goela abaixo” como o Governo quis impor sua ideia à sociedade, com graves e prejudiciais mudanças na gestão ambiental no Rio Grande do Sul”. E lembrou que “a Secretária Ana Pellini já reconheceu publicamente que o “projeto é ruim”, agora é a vez do Governador Sartori e da maioria dos deputados”.

E conclama todos a participarem da Audiência Pública: ” Vamos mostrar que só existem dois caminhos: ou o Governador retira o PL, ou os deputados dizem NÃO com toda a sociedade”.

As entidades associadas da APEDeMA/RS também estão chamando à participação na Audiência Pública.

Veja as fotos do Curicaca da manifestação de segunda-feira, 17/8:  https://www.facebook.com/InstitutoCuricaca/photos/a.233257966722351.52039.226674187380729/881273868587421/?type=1