Autor Redação

porRedação

Suspenso decreto: FZB a salvo por mais algum tempo

O Desembargador Sérgio Luiz Grassi Beck, integrante da 1ª Câmara Cível do Tribunal de Justiça, suspendeu na última quinta-feira (18/10) os efeitos do Decreto nº 54.268, publicado pelo Governador José Ivo Sartori em 11/10/2018, que extinguia a Fundação Zoobotânica.

Entendeu o julgador que a eficácia do Decreto inviabilizaria o exame final dos objetos dos Agravos de Instrumento em Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público pelo colegiado.  A Ação principal continua a tramitar na Justiça de 1º Grau.

Julgamento estendido – Diante da publicação do Decreto, o Ministério Público, dizendo possível a tutela de urgência com base em um novo tipo de julgamento previsto no Código de Processo Civil – CPC de 2015, peticionou pela suspensão dos efeitos do Decreto, ou seja, a suspensão da extinção. Ler mais

porRedação

Feira dos Agricultores Ecologistas completa 29 anos

Captura de tela 2018-10-18 17.35.55.pngCriada pela Cooperativa Ecológica Coolméia em 1989, a FAE – Feira dos Agricultores Ecologistas completará 29 anos com festa no próximo sábado, 20 de outubro. Será cantado o ‘parabéns a você’. A primeira feira ocorreu dia 14 de outubro de 1989 na primeira quadra da av. José Bonifácio (em frente à Igreja Santa Teresinha), esquina Av. Osvaldo Aranha.

A cooperativa era formada por três categorias de associados – os produtores, os consumidores e os servidores – estes últimos na administração em geral. Havia uma diretoria formada com representantes das três categorias, eleita em assembleia de associados.

Nelson Diehl, dirigente à época, lembra que a Feira foi idealizada, organizada e administrada pela Coolméia e foram os consumidores que lideraram o processo. “Por funcionar de forma autogestionaria, a Coolméia foi criando as Feiras Coolméia com a mesma filosofia – daí surgiram o Fundo Feira, as diferentes formas de reuniões, as assembleias e as Comissões das Feiras“.  Nem todos os feirantes e agricultores eram associados da Cooperativa inicialmente, mas foram ao longo do tempo se associando, historia.

Ler mais

porRedação

Divulgado documento que defende políticas públicas na área ambiental

Captura de tela 2018-10-06 20.50.00Na última sexta-feira, 5/10/2018, diversas Redes e entidades que tem foco de atuação na questão ambiental divulgaram a seguinte Carta Aberta dirigida aos candidatos a serem eleitos na eleição deste domingo, 7/10/2018, para os cargos de Deputados Estaduais, Governadores, Deputados Federais, Senadores e Presidente da República.  São seis pontos que defendem políticas públicas e a proteção da biodiversidade, dentre outros.

Segue a íntegra: Ler mais

porRedação

Rio de Janeiro realiza painel sobre os 30 anos de luta pelas baleias

Captura de tela 2018-10-02 18.41.20.pngEm dezembro de 1987, a Lei Federal 7643, proposta pelos Deputados Federais Constituintes Gastone Righi e Fabio Feldmann, proibiu em definitivo a caça e o molestamento de cetáceos (baleias, botos e golfinhos) em águas brasileiras, pondo fim a um ciclo de submissão do Brasil aos interesses dos países baleeiros e fazendo florescer no país uma nova era de pesquisa científica e uso não-letal desses animais através do Turismo de Observação.  Ler mais

porRedação

Escola Shumacher Brasil oferece curso na Fundação Gaia

• Quais as implicações de nossas ações em um mundo interconectado, relacional e imprevisível?

• Que tipo de participação pode favorecer a emergência de alternativas econômicas que considerem as pessoas e o planeta? Ler mais

porRedação

Curicaca: inscrições abertas para curso gratuito condutores de ecoturismo para torrenses

Prazo para inscrições termina nesta quarta-feira, 3/10/18

Trilhas guiadas em Unidades de Conservação precisam de condutores de visitantes. São raras as pessoas que tem essa formação no Rio Grande do Sul. Para que seja implantado o Uso Público no Parque Estadual de Itapeva, o Instituto Curicaca oferecerá aos torrenses um curso gratuito. O processo de seleção está aberto direcionado prioritariamente para jovens da comunidade local.

Ler mais

porRedação

Sartori, Cairoli e Ana Pelini tentam liberar os agrotóxicos que ainda não circulam no Rio Grande do Sul

Por João Batista Santafé Aguiar, jornalista

Com a publicação no Diário Oficial do Estado de uma nova definição do que seria país de origem, o território do Estado do Rio Grande do Sul passaria a dar livre-trânsito a todos os agrotóxicos que até então deixavam de circular no Estado mais ao sul do Brasil, pois o registro era indeferido ao se observar que o produto era proibido no seu país de origem. O que fez o Estado por meio de sua área ambiental, chefiada por Ana Pelini, medida assinada pelo Governador José Ivo Sartori? Publicou Decreto nesta quarta-feira  (17/1/2018) modificando o conceito de ‘país de origem’.  Será que vai “colar”? Ler mais

porRedação

Manifestações em favor do Pampa acontecem neste domingo no Rio Grande do Sul

Neste domingo, 17/12, será comemorado o Dia do Bioma Pampa. A data coincide com a do nascimento de José Lutzenberger, em Porto Alegre, em 1926, Um total de 178 mil km2, cenário único, exclusivo do Rio Grande do Sul, está em grave risco de ser destruído. Entidades ambientalistas filiadas à APEDEMA, a federação que reúne a maior delas, estão em campanha pela aprovação da Proposta de Emenda à Constituição Federal – PEC 05/2009, apresentada pelo Senador Paulo Paim ao Congresso Nacional. O texto descreve o bioma dos Campos Sulinos como patrimônio nacional.   

Mais em   http://goo.gl/1aJzU8

Captura de Tela 2017-12-15 às 21.46.58.jpeg

porRedação

Forças unidas para proteger a saúde das mudanças climáticas

Bonn, 12 /11/2017 –  A Organização Mundial da Saúde (OMS) e a secretaria da ONU Mudanças Climáticas (CMNUCC) firmaram novo Memorando de Entendimento para renovar o compromisso de juntos enfrentarem as questões de saúde pública trazidas pelas mudanças climáticas.

O acordo coincide com a Conferência das Nações Unidas sobre as Mudanças Climáticas (COP23) ora em realização em Bonn, Alemanha. O objetivo é apoiar a ampliação da infraestrutura sanitária para proteger a saúde humana e promover a capacidade de resistir às ameaças advindas das mudanças climáticas.

A Secretária Executiva da ONU Mudanças Climáticas,  Patricia Espinosa, disse: “Estou encantada de que nossas instituições estão levando suas relações a um nível mais alto e mais orientado para a ação”. O Acordo de París sobre mudanças climáticas necessita que todos assegurem um mundo com cidadãos com saúde agora e no futuro”

Tedros Adhanom Ghebreyesus, Diretor Geral da Organização Mundial da Saúde (OMS) disse que: “As mudanças climáticas representam uma das ameaças mais agudas para a saúde pública nos tempos atuais. A saúde das futuras gerações depende de que todos trabalhamos juntos para tomar medidas concretas hoje”.

 

porRedação

Entidades conseguem na Justiça a suspensão do projeto do arboricídio

  • Ambientalistas também questionam falta de atividade e intervenção da Prefeitura na escolha de entidades para o Conselho Municipal do Meio Ambiente.

O juiz Eugênio Couto Terra, da 10ª Vara da Fazenda Pública da Capital, determinou nesta segunda-feira (23), na ação cautelar n. 9046856-11.2017.8.21.0001, a suspensão do polêmico projeto de lei (PLCL 008/17) de autoria do vereador Moisés Barboza que altera a lei de proteção da vegetação em Porto Alegre.

Na quinta-feira (19), o juiz já havia determinado, na Ação Civil Pública n. 9039978-70.2017.8.21.0001, que o Município explique o motivo de o Conselho Municipal de Meio Ambiente (Comam) estar inativo desde janeiro, assim como a iniciativa do governo de alterar a forma de escolha das entidades ambientalistas.

As duas ações foram propostas em conjunto pela Associação Gaúcha de Proteção do Ambiente Natural (Agapan), Associação Socioambientalista (Igré), Instituto Gaúcho de Estudos Ambientais (Ingá) e União Pela Vida (UPV).

Inicialmente, as entidades apuram a omissão do governo municipal, que mantém o Comam inativo desde o início da gestão atual, em janeiro deste ano. Questionam, ainda, a motivação do governo em intervir na eleição das entidades ambientalistas, que há 21 anos, desde a criação do Conselho, é conduzida pela Assembleia Permanente de Entidades em Defesa do Meio Ambiente (Apedema/RS), garantindo autonomia em relação ao governo, como se dá nos órgãos federal e estadual.

Dentre os diversos questionamentos ao projeto de lei, as entidades destacaram que a Procuradoria-Geral da Câmara de Vereadores já havia se manifestado contrariamente ao PLCL 008/17, diante de inconstitucionalidades de algumas das propostas, argumento que foi acolhido. Para o magistrado, o projeto “estabelece regra de supressão privada de vegetação, que, em princípio, não se coaduna com a proteção ambiental”. Ele destacou ainda que a proposta prevê “prazo que, caso não cumprido, autoriza a supressão vegetal sem avaliação pelo próprio órgão ambiental competente, gerando risco de danos irreparáveis ou irreversíveis ao meio ambiente”.

Couto Terra ainda pontuou o vício de origem, porque algumas das matérias só poderiam ser propostas pelo Poder Executivo, pois interferem no funcionamento do órgão ambiental. Sobre este ponto, as entidades denunciaram que a Secretaria do Meio Ambiente e Sustentabilidade, do titular Maurício Fernandes, emitiu nota favorável ao projeto e esteve ele próprio na sessão convencendo vereadores a votarem favoravelmente, tomando para si o papel que é do Conselho do Meio Ambiente, de formular e propor a política de meio ambiente. O secretário deveria se ocupar de pôr o Conselho em funcionamento, e não apoiar projetos que enfraquecem a proteção ambiental em Porto Alegre.

A liminar deferida pelo juiz Eugênio Couto Terra visa assegurar o direito à informação e participação, com base nos artigos 103 e 237, da Lei Orgânica do Município. A decisão também suspende a tramitação do projeto até decisão final pelo Juízo.

Agapan, Ingá, Igré e UPV consideram a decisão satisfatória, mas continuarão com as apurações para verificar os danos socioambientais causados pelo governo, sobretudo pela eliminação dos espaços participativos com a eliminação da participação social no Comam.

(Fonte e Autoria: Nota conjunta da Agapan, Ingá, Ingré e UV)
porRedação

Direito à Comunicação será discutido em encontro dias 27 e 28

Captura de Tela 2017-10-17 às 23.58.23O 1º Encontro Gaúcho pelo Direito à Comunicação será realizado dias 27 e 28 de outubro no auditório da Faculdade de Biblioteconomia e Comunicação – FABICO, da UFRGS, em Porto Alegre.

O evento está sendo organizado pelo Comitê Gaúcho do Forum Nacional pela Democratização da Comunicação – FNDC, coordenado pela CUT-RS, Sindicato dos Jornalistas e SINDSEPE-RS, com a poio da Fabico.

O encontro é destinado ao movimento sindical, movimentos sociais, professores e estudantes de Comunicação, bem como ao público interessado neste debate que é fundamental para a retomada da democracia e pelo direito à comunicação.  Ler mais

porRedação

FIGA acontece nesta quinta e sexta-feira em Porto Alegre

Captura de Tela 2017-10-17 às 23.47.53Tendo como ambiente o auditório Mondercil Paulo de Moraes, diversas entidades promoverão nesta quinta e sexta em Porto Alegre (19 e 20/10/2017) o VII Fórum Internacional de Gestão Ambiental sobre Água, Energia e Alimento.  A programação é constituída de uma conferência de Abertura, na quinta, a partir das 10h30min, a ser proferida por Ladislau Dowbor (ver http://dowbor.org/), com a participação do presidente da Fundação Escola Superior do Ministério Público, uma das entidades apoiadoras do evento.

Toda a programação é intercalada entre painéis e conferências. Veja a programação abaixo. Segundo os organizadores, não haveria mais possibilidade de pré-inscrições. Quem desejar assistir, deverá se inscrever no local, se houver vagas.

Promove o evento de dois dias a ARI – Associação Riograndense de Imprensa. Apóiam o Governo do Estado do RS, o Instituto Riograndense do Arroz e o Ministério Público do RS. E também diversas instituições universitárias do Estado: Unisinos, Ulbra, FMP, Instituto Federal Campus Porto Alegre e Universidade de Caxias do Sul.

Saite: http://figambiental.com.br 

 

Veja a programação completa:

 

19 de outubro – Quinta-Feira

9:30     Abertura

10:30   Conferência de abertura

Ladislau Dowbor, PUC /SP

11:30   Participação especial: David Medina, Fundação Escola Superior do Ministério Público

13:30   Painel I: Como lidar com a necessidade de mais água nos próximos anos?

Ricardo Hirata, USP

Gustavo Veronesi, SOS Mata Atlântica

Fernando Spilki, FEEVALE

15:00   Conferência “Nexo entre água, energia e alimento”

Raul Munoz Castillo, BID

16:15   Painel II: É possível gerar energia boa e em quantidade suficiente para atender à demanda integral da humanidade?

David Cafruni Ferreira, ULBRA

Luiz Correa Noronha, BRDE

Jonas Cardona Venturini, CRA-RS

  

20 de outubro  – Sexta-Feira

8:30     Painel III: Como alimentar tanta gente ocupando um único Planeta?

Caroline Vaz, MP-RS

IRGA

10:45   Painel IV: Causas, efeitos e como enfrentar o crescimento populacional?

Gabriel Wedy, Juiz Federal

Rafael Sittoni Goelzer, Quinta da Estância

Rualdo Menegat,UFRGS

13:30   Painel V: Existe relação entre ecologia e espiritualidade?

Marta Neves

Teresa Cristina Bernardes

Ane Saraiva

15:30   Conferência: ““O nexo água, energia e alimentos na perspectiva da sustentabilidade”

Leandro L. Giatti, Faculdade de Saúde Pública – Universidade de São Paulo

 

16:30   Encerramento

porRedação

Rumo à Consciência Alimentar é o tema da Semana da Alimentação

Captura de Tela 2017-10-15 às 20.43.26A partir de amanhã, segunda-feira (16/10), Dia Mundial da Alimentação, começa mais uma programação da 15ª Semana da Alimentação do Rio Grande do Sul.As atividades foram organizadas pela EMATER e outras entidades. A abertura oficial é marcada pela realização do Seminário sobre Consciência Alimentar, que terá início às 14h, no Teatro Dante Barone da Assembleia Legislativa. O evento tem como objetivo reunir diferentes atores (pessoas e organizações) que já atuam pela Segurança Alimentar e Nutricional no Estado e aproximá-los de novas entidades e pessoas que começam a debater sobre a consciência alimentar.

Ler mais

porRedação

Eloise Beling Loose recebe prêmio de melhor tese do ano pela CAPES na área de ciências ambientais

Captura de Tela 2017-10-14 às 18.55.20A jornalista Eloise Beling Looose irá receber no próximo dia 7 de dezembro o Prêmio CAPES de Tese 2017 da área de Ciências Ambientais. A sua tese, sobre ‘Riscos Climáticos no Circuito da Notícia Local: percepção, comunicação e governança’  foi defendida em 2016 no Programa de Pós-Graduação e Desenvolvimento da UFPR.

Eloise possui graduação em Comunicação Social – habilitação em Jornalismo pela Universidade Federal de Santa Maria (2007), mestrado em Comunicação e Informação pela Universidade Federal do Rio Grande do Sul (2010) e doutorado em Meio Ambiente e Desenvolvimento pela Universidade Federal do Paraná (2016). Ler mais

porRedação

Faleceu o ambientalista e professor de História Giovani Gregol

Captura de Tela 2017-10-14 às 17.53.42

O ex Secretário Municipal do Meio Ambiente e, membro do Conselho Superior e diretor da AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural em várias gestões na década de 1980/90, Giovani Gregol, faleceu nesta sexta-feira aos 59 anos de idade. Seu corpo foi velado hoje, sábado (14/10/2017), no Cemitério Martinho Lutero, em Porto Alegre. A cerimônia de adeus ocorreu às 16h. O corpo do Gregol será levado ao Crematório de Canela.

Gregol foi casado com Verena Daroldi Gregol.

Giovani Gregol era professor de História em escolas de 1º e 2º Graus. Foi vereador pelo PT em Porto Alegre em duas legislaturas, 1989/1992 e 1993/1996. Foi Secretário do Meio Ambiente da Capital gaúcha sucedendo Caio Lustosa, na gestão de Tarso Fernando Herz Genro. Depois, integrou o PV e, ultimamente, participava do PMDB.

Como militante ambientalista, participou de forma atuante na efetivação  do Parque Estadual de Itapuã, na criação de diversos grupos ecológicos, como, por exemplo, o Grupo Deite na Grama, na realização do primeiro encontro estadual de entidades ecológicas realizado em Santa Maria, em 1984, dentre outras realizações.  Como vereador, teve atuação muito forte na proteção aos animais e na defesa de praças e da arborização de Porto Alegre.

porRedação

AGAPAN ensina compostagem caseira em evento no BarrashoppingSul neste sábado

Captura de Tela 2017-10-11 às 17.33.52Ao som do melhor do Jazz, integrantes da AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural estarão neste sábado (dia 14/10/2017), às 18h, ensinando a fazer uma Composteira Caseira no Villa do Jazz.

VILLA DO JAZZ são dois dias de grandes encontros de cultura com conexões diversas, em uma experiência de arte, gastronomia e entretenimento. Acontece nos dias 14 de outubro, sábado das 16h às 23h, e 15 de outubro, domingo das 15h às 22h.

O local é o Centro de Eventos do BarraShoppingSul – Av. Diário de Notícias, 300.

Mais informações sobre o Evento

porRedação

Paulo Brack, pelo INGÁ, participa de Seminário sobre a atuação do Ministério Público na Área Ambiental

O Coordenador do INGA – Estudos Ambientais, Professor Paulo Brack, será um dos painelistas no Seminário sobre a Atuação do Ministério Público na Área Ambiental que será realizado no próximo dia 25 de maio, durante todo o dia, no Palácio do MP (conhecido popularmente como ‘Forte Apache’, na esquina da Praça Mal. Floriano ou Praça da Matriz com a rua Jerônimo Coelho).

Brack falará sobre o Bioma Pampa/Impacto Ambiental causado pelas Hidrelétricas, no painel das 14h30min, que enfocará, como tema geral, os links da atuação do Ministério Público com a sociedade.  Ler mais

porRedação

Adiada Feira da Resistência que seria realizada neste sábado, 13, em frente aos Amigos da Terra Brasil

Os Amigos da Terra Brasil avisam pelo seu Twitter que foi suspensa a realização, neste sábado, 13 de maio, da Feira da Resistência que seria realizada hoje a tarde em frente  a sua sede, em Porto Alegre  (rua Olavo Bilac, 192).   O fato deveu-se à possibilidade de chuva. A nova data será divulgada logo que confirmada.

Vejam a nota sobre o Evento no Facebook

porRedação

Agapan participa de painel no IAB sobre Alimentos Saudáveis no Campo e na Cidade

Leonardo Melgarejo, presidente da AGAPAN e membro do Coletivo A Cidade Que Queremos (terceiro a partir da esquerda) participa nesta noite (10/5) da Roda de Diálogo sobre Alimentos Saudaveis para o Campo e a Cidade no IAB-RS.

O objetivo do encontro é buscar refletir em que medida a cidade de Porto Alegre tem se adequado às agendas internacionais sobre produção e consumo de alimentos.

Participam também a Rosane de Marco, pela RAMA – Rede Agroecológica Meteopolitana, Gabriela Bratkowski, do CECANE/UFRGS, o representante da Prefeitura de Porto Alegre, e, à direita de Melgarejo, o presidente do IAB-RS, Rafael Passos.  Presente e também participante do encontro o diretor dos Amigos da Terra/Brasil, Fernando Campos.

porRedação

AFAPAN realiza Almoço Ecológico em Farroupilha dia 21/5/2017

A AFAPAN – Associação Farroupilhense de Proteção ao Ambiente Natural e a AFAGRO – Associação Farroupilhense de Agroecologia realizam o 4º Almoço Ecológico no próximo dia 21 de maio, 12h, no salão da Comunidade São Luiz, 3º Distrito de Farroupilha.

No cardápio, rizoto de franco, arroz vegano de moranga, arroz vegano de brócolis, aipim ao molho, batata doce caramelada e ampla variedade de saladas., tudo produzido de forma orgânica na região.

Toda renda obtida na venda dos ingressos é revertida para projetos de educação ambiental, plantio de arvores e outros programas ambientais. Dentro da programação do evento serão realizadas apresentações artísticas e a divulgação de informações sobre os programas ambientais realizados com o apoio da AFAPAN, além do lançamento do Programa Piloto de Compostagem Doméstica.

Faça parte da mudança e incentive as famílias que produzem alimentos saudáveis sem a ultilização de agrotóxicos.

porRedação

Agapan na Redenção: 46 anos – Trabalho, Natureza e Saúde

A AGAPAN, associada da APEDeMA/RS,  vai promover com iniciativas parceiras neste 1º de maio, segunda-feira próxima, junto ao Monumento ao Expedicionário, no Parque da Redenção, em Porto Alegre, a atividade AGAPAN 46 Anos, Trabalho, Natureza e Saúde.

A atividade vai das 10 às 12 horas. Todos são convidados !

WhatsApp Image 2017-04-28 at 13.06.49

porRedação

AGAPAN comemora 46 anos

IMG_1119.jpgEm um bar da Cidade Baixa de Porto Alegre, foi comemorado na noite desta quinta-feira, 27 de abril, o 46º aniversário da Asssociação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural – AGAPAN. Um dos fundadores estava lá – o Professor Alfredo Guy Ferreira, também ex-presidente da entidade e um dos homenageados da noite. Também receberam as honrarias pela qualidade e intensidade da militância a cientista social Edi Xavier Fonseca, dez anos presidente da AGAPAN, e a artista e militante social Zorávia Bettiol. Os presentes foram recepcionados pelo atual Presidente Leonardo Melgarejo, com a condução dos trabalhos pelo Jornalista Heverton Lacerda. Presentes também lideranças da comunidade e familiares dos homenageados.

  • Veja a página da Agapan com mais detalhes

 

porRedação

Feira Agroecológica Frutos da Resistência tem nova edição em 13 de maio

Captura de Tela 2017-04-28 às 07.09.51.jpeg

A Feira Frutos da Resistência existe como um mecanismo de encontros, de troca de informações dos enfrentamentos e resistências que se dão em Herval, no sul do Estado; Maquiné, no litoral; no Cinturão Verde, na Zona Sul de Porto Alegre e através das ações do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. Ler mais

porRedação

Amigos da Terra participa do Seminário sobre Agroecologia, de Erexim, RS

Está acontecendo neste domingo, 23/4, o Seminário Agroecologia: Sistemas de Produção Sustentáveis e Autonomia dos Agricultores e Agricultoras Familiares no 10º Encontro Ampliado da Rede Ecovida, em Erexim, Rio Grande do Sul. O evento iniciou na sexta-feira, 21/4.

O evento reune agricultores e agricultoras dos Estados da Região Sul do Brasil que participam do processo de certificação participativa para a produção orgânica. O encontro reúne ainda Instituições de assessoria, parceiros (as) nacionais e internacionais, entre demais apoiadores da Agroecologia.

Fernando Costa, dos Amigos da Terra Brasil, está em Erexim participando do evento.

porRedação

Convocada Assembleia Geral da APEDeMA/RS

cropped-apedema31.jpgA Coordenação da APEDeMA/RS convocou as entidades associadas para a Assembleia Geral a realizar-se no próximo dia 13 de maio.

Na pauta, entre outros temas, a situação e encaminhamentos relacionados com o projeto de extinção da Fundação Zoobotânica e os ataques do Governo Estadual à estrutura que cuida das questões ambientais, retrocessos na legislação ambiental e nas políticas públicas da área.  Também na pauta a eleição para nova Coordenação para o Biênio 2017/2019 e a realização do próximo Encontro Estadual de Entidades Ecologistas.

porRedação

Financeirização da Natureza foi discutida pelos Amigos da Terra Brasil

Realizou-se nesta quinta-feira (20/4) o debate oferecido pelos Amigos da Terra Brasil sobre a Financeirização da Natureza como política pública brasileira. O evento oocorreu na Sala Adão Pretto da Assembleia Legislativa do RS.

Para falar sobre o assunto de dentro da Assembleia Legislativa, o Grupo Carta de Belém convidou Larissa Packer, que, na última década, participou ativamente dessa resistência, e André Dallagnol, advogado popular do Grupo Carta de Belém.
Saiba mais:

porRedação

Jornal Já publica nota sobre os ambientalistas e as reformas do Prefeito de Porto Alegre – cita a APEDEMA/RS

Captura de Tela 2017-04-06 às 09.22.44O Jornal Já, de Porto Alegre, publicou nesta terça-feira, dia 4/4/2017, matéria assinada por Felipe Uhr sobre o que acham os ambientalistas sobre as reformas e as indefinições do Prefeito de Porto Alegre, Nelson Marchesan Junior, na área de meio ambiente.

Leia a matéria na íntegra:

 

 

Tags: Leonardo Melgarejo, Paulo Brack, Agapan, INGA, SMAM, COMAM, FUNPROAMB,

porRedação

Feira Frutos da Resistência é neste sábado nos Amigos da Terra

Captura de Tela 2017-04-05 às 12.13.16A Feira Frutos da Resistência tem sua oitava edição no próximo sábado, 8 de abril, das 14 às 18h, na rua Olavo Bilac, 192, em frente à sede do Núcleo Amigos da Terra Brasil . Estarão sendo vendidos produtos de agricultores de Maquiné, de assentados de Herval, e do Cinturão Verde de Porto Alegre,  e a banca do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto, de Porto Alegre.

A Feira Frutos da Resistência existe como um mecanismo de encontros, de troca de informações dos enfrentamentos e resistências que se dão em Herval, no sul do Estado; Maquiné, no litoral; no Cinturão Verde, na Zona Sul de Porto Alegre e através das ações do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto. Ler mais

porRedação

AGAPAN debate o Cristianismo e a Natureza

Captura de Tela 2017-04-05 às 11.35.45

“Cristianismo e Natureza, a posição da Igreja diante da degradação dos biomas brasileiros” é o tema central do Agapan Debate, que acontece na próxima segunda-feira (10/04), às 19h, com entrada franca, no auditório da Faculdade de Arquitetura da Ufrgs. Convidados pela Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural (Agapan), participam do debate o frei Luiz Carlos Susin e o jurista e procurador de Justiça aposentado, Orci Paulino Bretanha Teixeira.
Frei Susin antecipa que em sua palestra sobre “Cristianismo e natureza: etapas de uma relação poliédrica com tumultos e sucessos” pretende fundamentar sobretudo no teólogo Jürgen Moltmann e no historiador Jacques Le Gof, abordando ainda o livro que escreveu com meu confrade, “A vida dos outros – ética e teologia animal”.
Já Teixeira, em sua palestra sobre “O destino comum dos bens: uma visão jurídica” vai adequar o tema do Agapan Debate à Carta Encíclica “Laudato Si”, do Papa Francisco, e a textos por ele publicados, como “O direito ao meio ambiente ecologicamente equilibrado como direito fundamental” e o livro eletrônico “A fundamentação ética do estado socioambiental”.

De acordo com o mediador da mesa, o filósofo e diretor budista Celso Marques, que presidiu a Agapan por três gestões, a escolha do tema se deve ao lema da Campanha da Fraternidade deste ano, definida pela Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): ‘Fraternidade: Biomas brasileiros e defesa da vida’, ou seja, cuidar dos biomas brasileiros é uma questão de fé e cidadania.

 O assunto foi sugerido pela recente edição da Carta Encíclica Laudato si – Sobre a Casa Comum, divulgada pelo Papa Francisco em 24 de maio de 2015. Veja a íntegra.  Nela são abordados, com profundidade, temas ecológicos, éticos e o consumismo, motivadores uma nova postura da Igreja Católica frente às sérias questões que assolam “a nossa casa comum”, o Planeta.
Na verdade, o que vai permear os debates são questões teológicas/filosóficas/ecológicas que apontam para um novo paradigma com relação a essa revolucionária encíclica papal”, antecipa Marques.
DEBATEDORES
Sobre a situação de degradação que atinge não apenas o Pampa gaúcho, mas os demais biomas brasileiros, a Agapan convidou para avaliar o papel e a interferência da Igreja e das religiões nessa defesa o frei Luiz Carlos Susin, doutor em Teologia pela Pontifícia Universidade Gregoriana de Roma, professor na PUC e na Escola Superior de Teologia e Espiritualidade Franciscana, de Porto Alegre. Foi secretário Geral do Fórum Mundial de Teologia da Libertação, durante o Fórum Social Mundial e, pela sua obra (29 livros e numerosos artigos e palestras), recebeu o Prêmio Jabuti de Literatura Religiosa no ano 2000.
Orci Bretanha Teixeira é o outro debatedor. Procurador de Justiça aposentado (Ministério Público do Rio Grande do Sul), mestre em Direito e doutor em Filosofia. Lecionou na Faculdade de Direito da PUC e na Fundação Escola Superior do Ministério. Atualmente é advogado.
Celso Marques, mediador, ecologista, ex-presidente da Agapan de 1986 a 1993 e conselheiro. Bacharelado, com licenciatura em Filosofia na Ufrgs, universidade da qual é professor aposentado de Filosofia do Colégio de Aplicação. Monge budista da tradição Sotô Zen, atualmente dirige o Instituto Zen Maitreya, sendo monge orientador do Zendo do Diamante, em Porto Alegre, além de escritor, violonista, compositor popular e poeta.
Evento no Facebook

Divulgação: Imprensa Agapan, com edição

 

porRedação

INGÁ e Viveiros Comunitários promovem mini-curso sobre a Flora Ameaçada do Rio Grande do Sul

O grupo que promove os Viveiros Comunitários, do Instituto de Biociências da UFRGS, e o InGá – Estudos Ambientais promovem o mini-curso – “Conhecendo a Flora Ameaçada do RS e as coleções ‘Ex-Situ’ do Jardim Botânico (FZB)”. A expressão “ex-situ” do título refere-se a coleções de espécies mantidas fora do lugar natural, ou seja, no Jardim Botânico.

Na noite de sexta-feira, 24/3, dois Doutores em Botânica,  Andréia Maranhão Carneiro, e o Professor Paulo Brack, falarão sobre “A Lista Oficial da Flora Ameaçada de Extinção”.  A atividade será no Plenarinho do edifício da Reitoria da UFRGS (andar térreo), a partir das 18h30min até às 21h.

No dia seguinte, sábado, 25/5, pesquisadores e técnicos da UFRGS e da Fundação Zoobotânica serão os facilitadores da visita guiada às coleções mantidas no Jardim Botânico.

  • As inscrições são limitadas e devem ser solicitadas até a quarta-feira, 22/3, pelo e-mail gvc.botanica@ufrgs.br.

Não à extinção da Fundação Zoobotânica, dissem os organizadores.

Captura de Tela 2017-03-17 às 10.28.28.jpeg

porRedação

AGAPAN discute Sistemas de Justiça e a tutela ao meio ambiente

Neste sábado, com início às 10h, no Clube de Cultura, a AGAPAN – Associação Gaúcha de Proteção Ao Ambiente Natural promove debate sobre “As Instituições do Sistema de Justiça e a tutela do meio ambiente”, com a participação de Rodrigues de Medeiros, do Fórum Justiça-RS, e Renato Barcelos, da AGAPAN. A atividade é livre aos interessados. O Clube de Cultura situa-se na rua Ramiro Barcellos, 1853, em Porto Alegre. A atividade conta com o apoio do Clube de Cultura, Coletivo A Cidade Que Queremos e Fórum Justiça. Captura de Tela 2017-03-17 às 10.21.19.jpeg

porRedação

Movimento Roessler lança filme sobre a sua história

Captura de Tela 2017-03-10 às 08.34.14.jpegPrograme-se para ir a Novo Hamburgo e prestigiar o lançamento do documentário em vídeo sobre “Movimento Roessler – A Trajetória de uma entidade ecológica“.
O evento ocorre na segunda-feira, 20 de março de 2017, 19h30min, na Sala Multiuso do IENH em Novo Hamburgo – Rua Frederico Mentz, 526 –
Bairro Hamburgo Velho.
Várias gerações de militantes participam do vídeo, produzido por alunos da FEEVALE em 2016. Um colaborador da entidade foi o editor do material.
Destaque, entre outras grandes participações, para o depoimento do Professor Schmeling, fundador e um dos mais ativos colaboradores que o próprio Henrique Roessler teve em vida.
Trata-se de  registro de uma das mais importantes páginas do Movimento Ecológico Gaúcho.
A organização pede a confirmação da presença até dia 16/3 pelo email movimento@roessler.org.
porRedação

CEA aponta contradições na Audiência Pública sobre aterro sanitário em Cerrito Alegre

captura-de-tela-2017-03-03-as-03-08-12

Maicon Bravo, do CEA – Foto: Antonio Soler/CEA

Maicon Bravo, professor e integrante do Centro de Estudos Ambientais, em artigo publicado no site da entidade, destaca os acontecimentos da Audiência Pública realizada em 24/2/2017, na Câmara Municipal de Pelotas, sobre a instalação de aterro sanitário na localidade de Cerrito Alegre.

Para Maicon, surgiram na discussão  “algumas contradições” sendo as principais as que dizem respeito a consciência ambiental, ritos institucionais e democracia.

Leia o artigo na íntegra

porRedação

Feira Agroecológica Frutos da Resistência será dia 11/3

captura-de-tela-2017-03-02-as-06-29-21A primeira edição da Feira Agroecológica Frutos da Resistência, promovida pelo Núcleo Amigos da Terra Brasil, associada da APEDeMA/RS, acontece no sábado, 11/3, entre 14 e 18h, em frente a
sede da entidade – rua
Olavo Bilac, 192, no bairro Cidade Baixa, em Porto Alegre.

A Feira Frutos da Resistência existe como um mecanismo de encontros, de troca de informações dos enfrentamentos e resistências que se dão em Herval, no sul do Estado; Maquiné, no litoral; no Cinturão Verde, na Zona Sul de Porto Alegre e através das ações do Movimento dos Trabalhadores Sem Teto.

Nas duas últimas edições esse intercâmbio foi potencializado pela presença da rádio-poste do Amigos da Terra, onde foi possível ouvir, por exemplo, sobre como foi a Ocupação do Demhab, quais as dificuldades que o agronegócio impõe em Herval para o fomento da agroecologia, como a especulação imobiliária quer acabar com mais de 400 hectares na beira da Orla do Guaíba, como se dá a economia solidária no Quilombo do Sopapo.

Conversas sobre lutas cotidianas, que mostram um pouco do que está acontecendo nos territórios e quem são aquelas e aqueles que constroem a Feira Frutos da Resistência. A proposta é difundir a agroecologia, a economia solidária, através dos produtos, mas também que a feira sirva para informar a quem passa

porRedação

Amigos da Terra divulga filme sobre a financerização da Natureza

captura-de-tela-2017-02-27-as-18-01-30Os Amigos da Terra Brasil disponibilizaram na última sexta-feira (24/2/2017) na Internet o filme de 35min  chamado “Mercado Verde – A financerização da natureza“. A produção relata e critica a colocação no mercado de bens comuns, essenciais à vida, que até pouco tempo não eram vistos como ativos financeiros.

Neste documentário do Amigos da Terra Brasil, entenda como se dá esse processo e quais são seus efeitos: esvaziamento dos campos, aumento das desigualdades na cidade, extermínio dos povos originários, cooptação do Estado, entre outros.

  • Direção: Danilo Siqueira e Douglas Freitas
  • Roteiro: Danilo Siqueira, Douglas Freitas e Coletivo Amigos da Terra Brasil
  • Produção: Andréia Goliembieski, Danielli Cantelli, Felipe Bichoff, Fernando Campos Costa, Guilherme Saldanha, Letícia Paranhos, e Patrícia Gonçalves, todos do Amigos da Terra Brasil
  • Realização: Amigos da Terra Brasil
  • Apoio: Fundação Boll, Fundo Brasil de Direitos Humanos, Siemenpuu Foundation, Sucupira Comunicação e Arte (Sucupira filmes)
  • Veja o filme, entenda a problemática e compartilhe em sua rede de contatos.
porRedação

AGAPAN mantém canal no Youtube com as íntegras dos debates

A Associação Gaúcha de Proteção ao Ambiente Natural – AGAPAN está mantendo um canal no Youtube com a íntegra em vídeo das últimas edições do AGAPAN DEBATE e outros materiais.

Veja abaixo alguns dos últimos conteúdos disponibilizados: 

 

 

 

 

 

 

porRedação

Curicaca denuncia graves riscos ao Parque de Itapeva com possível remoção do gestor

Captura de Tela 2017-02-27 às 17.28.04.jpegO Instituto Curicaca denuncia, em sua página no Facebook, que graves riscos ao Parque Estadual de Itapeva poderão surgir a partir de perseguições políticas sofridas pelo servidor Paulo Grubler, atual gestor do parque. Grubler foi informado pela direção do Departamento de Biodiversidade, da Secretaria estadual responsável pelos parques, que será removido. Não teria sido informado qualquer justificativa.

A reunião com a diretora do Departamento Liana Barbizan Tissiani, Engenheira Florestal, ocorreu na última sexta-feira (24/2/17) . O Instituto Curicaca está chamando uma reunião emergencial com as instituições e pessoas que atuam junto à Unidade de Conservação para avaliarem a situação e definirem o que poderá ser feito a respeito.

No texto divulgado pelo Curicaca, afirma-se que “o que se espera, é que a reunião entre a diretora do DBio e o gestor tenha tido apenas um caráter de sondagem”. Considera ainda, o Curicaca, no texto, que “neste momento há muitos trabalhos o Parque coordenados por ele que não podem ser interrompidos“.

Pedido no Avaaz

O Instituto Curicaca ainda criou uma petição no site Avaaz com o título: “Secretária de Meio Ambiente Ana Pellini (RS): Contra a remoção do Biólogo Paulo Grübler da gestão do Parque de Itapeva”.o. 

Na justificativa, é afirmado: Alguns conflitos recentes, sobre os quais as decisões beneficiaram a biodiversidade, descontentaram políticos locais que representam setores
desenvolvimentistas predadores. Pressionada por eles, a Diretora do Departamento de Biodiversidade da Secretaria do Ambiente e Desenvolvimento Sustentável resolveu realocar o Biól. Paulo Grübler, como se removesse uma pedra que atrapalha o caminho. Ele não tem interesse em sair e, muito pelo contrário, quer continuar fazendo cada vez mais e melhor pelo Parque, a biodiversidade e as comunidades que vivem em sua Zona de Amortecimento. Mudanças na gestão de UC motivadas por interesses políticos setoriais não são aceitáveis e, inclusive, colocam em risco todo o Sistema Nacional de Unidades de Conservação ‐ SNUC.

porRedação

Acesso à Justiça: painel no Fórum Social das Resistências é neste sábado

Com a participação do presidente da AGAPAN, associada da APEDeMA/RS, Leonardo Melgarejo, será realizado no próximo sábado, 21/1, a partir das 14h, no Clube de Cultura, o painel sobre Acesso à Justiça: Litigância Estratégica e outras formas de Resistência. Também comporão a mesa dos trabalhos a Angélica Kaigang e Luana Kaigang, pelo Movimento Indígena, Marcelo Azambuja, pela RENAP, Patrícia Kettermann, pela Defensoria Pública, Paulo Leivas, pela Clínica de Direitos Humanos da Uniritter e Simone Cruz, da Ouvidoria da Defensoria Pública. O painel será mediado por Rodrigo Medeiros, do Fórum Justiça/RENAP.

O Clube da Cultura localiza-se na rua Ramiro Barcellos, 1853, entre a av. Independência e a av. Protásio Alves.

captura-de-tela-2017-01-19-as-11-32-12